12.9 C
Wenceslau Braz

Nova Kawasaki Ninja chega com tecnologia da MotoGP e preço de VW Nivus

Esteticamente a Kawasaki Ninja ZX-10R mudou bastante. Ganhou as winglets, as famosas "asinhas" que viraram moda nas pistas de MotoGP e Superbike, para aumentar o downforce, ou seja, a pressão aerodinâmica

As motos superesportivas da atualidade são o mais perto que os reles mortais podem chegar das máquinas de corrida – e por um preço muito mais acessível do que os automóveis esportivos. A nova Kawasaki Ninja ZX-10R 2022, que acaba de ser lançada no Brasil, é prova disso.

- Advertisement -

Imbatível nas pistas do Campeonato Mundial de Superbike, com seis títulos consecutivos, a nova Ninja ZX-10R oferece 213 cv de potência máxima – para meros 207 kg de peso, pronta para rodar – e tudo o que há de mais moderno em termos de tecnologia embarcada e aerodinâmica das pistas de corrida. Tudo isso por um preço que parte de R$ 97.990 – equivalente a um VW Nivus Comfortline, vendido por R$ 97.580.

Segundo a gerente comercial da Kawasaki no Brasil, Sonia Harue Ando, o preço é promocional de lançamento. Os 100 primeiros compradores da nova Ninja ZX-10R levam um kit de boas-vindas, que inclui um capacete exclusivo, feito em parceria com a Shoei.

O que mudou

- Advertisement -

Esteticamente a Kawasaki Ninja ZX-10R mudou bastante. Ganhou as winglets, as famosas “asinhas” que viraram moda nas pistas de MotoGP e Superbike, para aumentar o downforce, ou seja, a pressão aerodinâmica, e ficar mais estável em acelerações e frenagens. A superesportiva também ganhou um novo conjunto óptico e sistema de iluminação totalmente de LED.

Na parte ciclística, destaque para o novo desenho do quadro e o reposicionamento da balança traseira, que ficou mais longa e aumentou a distância entre-eixos – passando de 1.440 mm para 1.450 mm Tudo, segundo a Kawasaki, para melhorar a estabilidade da nova Ninja também nas curvas. As suspensões dianteira e traseira também foram recalibradas, mas mantiveram a possibilidade de se ajustar manualmente, como em uma moto de corrida, a compressão, o retorno e e pré-carga da mola.

 

Kawasaki Ninja
Nova Ninja ZX-10R 2022 herdou a tecnologia das pistas do Mundial de Superbike – Foto: Divulgação

Motor com radiador de óleo Também herdada das pistas está a adoção deum novo radiador de óleo, mais eficiente, no motor de quatro cilindros em linha e 998 cm³ de capacidade. Com melhor arrefecimento, o motor agora gera 213 cv de potência máxima a 13.200 rpm – com a atuação da injeção direta de ar. O câmbio agora tem sistema quick-shift para subir ou reduzir marchas.

Vale destacar também a adoção de um novo acelerador eletrônico, mais preciso e moderno. O que permitiu a instalação de um Cruise Control (piloto automático), mais voltado para o uso em longas viagens – se é que alguém se arrisca a viajar muitos quilômetros em uma superesportiva. O acelerador ride-by-wire ainda permitiu que a nova Ninja ZX-10R adotasse modos de pilotagem – com três pré-definidos e um personalizável -, que controlam outros sistemas, como o controle de tração, de empinada, freio motor e entrega de potência.

Para fechar o novo pacote tecnológico da Ninja ZX-10R está o novo painel com tela colorida de TFT, que permite a conexão ao smartphone por meio do aplicativo Rideology da própria Kawasaki.

 

Kawazaki Ninja

- Advertisement -

Deixe uma resposta

FonteUOL

MAIS NOTÍCIAS