conecte-se conosco


Cidades

“A maneira mais linda de ser mulher”. Via Clara moda íntima completa 13 anos

Publicados

em

Uma boa lingerie levanta a autoestima de qualquer mulher, os seus detalhes realçam a feminilidade. E foi com o objetivo de realçar a beleza das mulheres, que a empresa Via Clara Moda íntima foi criada em 13 de março de 2006.

No início de sua criação, a empresa se localizada no centro de Wenceslau Braz e era formada apenas pelo proprietário Claudinei Leite e mais dois funcionários, a elaboração das peças íntimas acontecia na sala de casa.

Porém, após muito trabalho e dedicação, a loja foi se expandindo e hoje possui 16 colaboradores que atendem demandas do atacado e varejo. Cerca de 80% da mercadoria produzida na fábrica vai para Curitiba, a empresa também atende o Sul de São Paulo, além de disponibilizar peças no varejo, no estabelecimento comercial localizado na rodovia Parigot de Souza, 90, Vila Olho D’ Água – Wenceslau Braz.

“Atendemos uma região bem extensa. Às vezes eu viajo e ao ir até algumas lojas encontro meu produto, isso é muito satisfatório. Ser comerciante no momento está complicado, mas é como se fosse um filho que você quer que dê certo. Queremos que a loja faça sucesso, não só por mim, mas por todas as pessoas envolvidas, os funcionários, as vendedoras, que com a expansão da loja tem mais variedade de produtos e também podem aumentar a renda”, ressalta.

 

Leia Também:  Preço dos materiais de construção dispara e Procon aciona autoridades

Modernização

Sempre oferecendo produtos de alta qualidade e acompanhando a evolução do mercado, os conjuntos básicos elaborados no início da criação da fábrica evoluíram através dos investimentos em tecnologia e pesquisa para estar de acordo com as tendências. O resultado são peças íntimas, linha noturna, camisolas, espartilhos e cuecas cada vez mais sofisticadas e confortáveis.

 

Sorteio

No próximo dia 13 de março, em comemoração ao aniversário de 13 anos da empresa, da fábrica proporcionará um sorteio de um vale no valor de R$ 1 mil para compras na loja.

COMENTE ABAIXO:

Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

Cidades

Secretário descarta volta às aulas no PR por pelo menos 30 dias; protocolo prevê opção para ficar em casa

Publicados

em

Foto: Reprodução/Internet

O secretário estadual da Saúde, Beto Preto, descartou nesta quinta-feira (24) o retorno às aulas no Paraná por pelo menos 30 dias. Em entrevista concedida à Banda B, ele afirmou que o governo está esperando uma queda na curva ao longo do próximo mês, mas que a discussão de retorno só poderá acontecer se as expectativas epidemiológicas se confirmarem.

“Ao descer esse patamar, talvez possamos estudar o retorno, com calma, respeito, tranquilidade. Em primeiro lugar, vem a segurança de alunos, professores e familiares, já que os estudantes precisam retornar para casa após a aula. Esse tema é tratado com todo o carinho e respeito que o cidadão merece. Não é por pressão desta ou daquela entidade que vamos ceder. Toda a orientação será de ponto de vista técnico, epidemiológico e de saúde pública”, disse o secretário.

Entre as principais entidades que pedem o retorno das aulas está o Sindicato das Escolas Particulares (Sinepe) e um grupo de pais, que marcou uma manifestação para o próximo domingo (27).

 

Leia Também:  Tempo muda drasticamente e temperatura cai em algumas regiões do Paraná

Protocolo e plano-piloto

Apesar de a volta ser descartada no momento pela Secretaria da Saúde, a Secretaria Estadual da Educação (Seed) já elabora um plano-piloto para a eventual retomada.

De acordo com o diretor-geral da Seed, Gláucio Dias, a ideia é dialogar e apresentar um protocolo que apresente a segurança necessária a todos os envolvidos. “A ideia é implantar inicialmente em uma região com alto índice de segurança e, para isso, temos uma sinalização de Irati, Guarapuava e União da Vitória. Com esse teste, podemos desenhar um retorno escalonado e seguro”, explicou.

Além do Governo do Estado, há um expressivo número de entidades que participa da elaboração do protocolo, que seria válido para as redes estadual e privada.

Entre os pontos discutidos, está a liberdade para pais que optem por não enviar os filhos às aulas. “Aquela família que entende que não é o momento, vai ter a liberdade de manter o filho dela estudando exclusivamente na modalidade online. Mas, um dos pontos que está no documento é que o ensino será hibrido, ou seja, com estudos presenciais em uma semana e remoto na outra”, disse Dias.

Leia Também:  Qualidade do ensino no Paraná está entre as melhores do Brasil

O objetivo do ensino híbrido é garantir o distanciamento social nas escolas.

 

Via: Felipe Ribeiro – Banda B.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA

Aviso importante: A reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash, etc) do portal não é permitida e, caso se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismos de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria para reproduzir nosso conteúdo, entre em contato por e-mail. Copyright © 2020