24.1 C
Wenceslau Braz

Café das Mulheres do Norte Pioneiro é destaque em evento de turismo no Recife

- Advertisement -

O turismo rural é o foco da participação do Paraná na 28ª Agrinordeste, tradicional feira do agronegócio das regiões Norte e Nordeste do Brasil, realizada em Recife (PE). A Paraná Turismo, vinculada à Secretaria do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo, apresenta os atrativos do Estado em um espaço com três stands. O Café das Mulheres do Norte Pioneiro esteve em destaque no evento.

O diretor-presidente da Paraná Turismo, João Jacob Mehl, destacou que a participação na feira tem como objetivo divulgar produtos paranaenses, principalmente os produzidos na área rural, como é o caso do Café das Mulheres. “Estamos divulgando informações técnicas dos produtos que comercializamos no Paraná, especialmente os produzidos na área rural, uma das principais fontes do setor do Paraná”, afirmou.

- Advertisement -

Para o secretário do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo, Márcio Nunes, toda forma de promoção do potencial turístico do Estado faz parte do plano de retomada do setor no Estado, pós-pandemia. “Com a pandemia da Covid-19, o mundo todo pôde sentir o peso que o turismo tem para a economia. O Paraná tem muitos atrativos que podem ser explorados no turismo rural. Nossa intenção é que aquele visitante que chega a locais como Foz do Iguaçu e Litoral tenha interesse, também, em conhecer outros atrativos dentro do Estado. Para isso, precisamos divulgar o Paraná”, disse.

De acordo com a coordenadora do Turismo Rural da autarquia paranaense, Vera Lucia Meza, o Paraná foi selecionado pelos Ministérios do Turismo e da Agricultura para participar do evento, a partir dos três roteiros indicados. “Consolidado como o maior evento indoor do agronegócio no Norte/Nordeste, é uma grande oportunidade para o Paraná promover e divulgar o segmento rural e que pratica de maneira sustentável”, disse.

Já a coordenadora de eventos especiais da Paraná Turismo, Patricia Gusso, destacou que os grãos produzidos na região estão entre os produtos de destaques produzidos no estado e podem fazer parte das rotas de turismo. “Queremos trazer à tona o processo de produção da uva para fabricação de vinho em Curitiba e Região Metropolitana, a Rota Caminhos do Marrecas, no Sudoeste do Estado, e a Rota do Café das Mulheres no Norte Pioneiro, por exemplo”, disse.

Ela lembrou, ainda, que o Paraná tem diversos projetos e programas que incentivam o turismo rural. “Todas as participações em feiras e eventos fazem parte da campanha ‘Paraná, seu próximo destino’, que busca atrair turistas para o nosso Estado”, completou.

Mulheres do Café

Criada pelo IDR-PR em 2013, a iniciativa atualmente abrange mais de 250 mulheres, distribuídas por 12 grupos de 11 municípios do Norte Pioneiro: Curiúva, Figueira, Ibaiti, Japira, Jaboti, Pinhalão, Tomazina, Siqueira Campos, Salto do Itararé, Joaquim Távora e Carlópolis. A associação também é vinculada à Aliança Internacional das Mulheres do Café (IWCA), instituição internacional de valorização ao trabalho feminino nessa cadeia.

Em oito anos de projeto, o produto já foi diversas vezes premiado, é vendido para quatro continentes e corresponde a 15% da produção total de café dos 11 municípios participantes.

A região do Norte Pioneiro tem uma área total de 840,14 hectares dedicados ao café, em uma média de 3,53 hectares por produtor. Em 2019, a produção total foi de 22.680 sacas beneficiadas de café, das quais 3.402 foram de café especial.

- Advertisement -

Deixe uma resposta

MAIS NOTÍCIAS