conecte-se conosco


ARAPOTI

Live vai transmitir peça de teatro que conta a história da imigração no Paraná

Publicados

em

Foto: Reprodução/Internet

Ação é uma parceria entre a secretaria municipal de Cultura, Companhia Karagozwk de teatro de sombras e a ABC Projetos Culturais

 

A Companhia Karagozwk de teatro de sombras e a ABC Projetos Culturais, em parceria com a Secretaria Municipal de Educação e Cultura de Arapoti, fará uma live do espetáculo “Menestrel conta a imigração no Paraná” nesta quinta-feira (16), às 20h. A apresentação é voltada ao público infantil, mas todos poderão acompanhar pelo perfil no Facebook Cultura Arapoti: https://www.facebook.com/culturaarapoti. O espetáculo foi aprovado pelo Ministério da Cidadania por meio da Lei de Incentivo à Cultura e será transmitida em Arapoti através do apoio da Caminhos do Paraná, BRDE, Servopa, Belgotex e Costa Ferro.

A peça aborda a cultura paranaense a partir da imigração, mostrando crenças, trejeitos, tradições e sabedoria popular. “A identidade paranaense foi constituída a partir da influência de italianos, alemães, poloneses, japoneses, ucranianos, negros, portugueses, holandeses entre tantos outros imigrantes que por aqui aportaram e ainda hoje preservam traços das suas culturais de origem. Nosso espetáculo valoriza esse universo e essas contribuições”, assinala o diretor da Cia. Karagozwk, Marcello Andrade dos Santos.

“Menestrel conta a imigração no Paraná” começou a circular pelo estado em 2017. Porém, por conta da pandemia, as apresentações presenciais foram interrompidas. Agora elas serão transmitidas ao vivo, numa versão de 30 minutos e com uma conversa entre os atores e o público ao final da apresentação.

A peça é gratuita e terá seu roteiro escrito disponibilizado na descrição da live como medida de acessibilidade, para que portadores de necessidades especiais também possam acessar o conteúdo. Também se pode ter acesso antecipado ao roteiro clicando aqui: https://drive.google.com/…/1x0YS6NiDbs68-Mp0imBQ3RKT8…/view…

Leia Também:  Paraná chega a 4.998 óbitos causados pelo novo coronavírus

 

SINOPSE

No centro da cena, há uma grande, bonita e instigante carroça. Menestrel a encontra e fica curioso com ela. Conhece Esmeralda e juntos descobrem que aquele veículo é encantado. Os dois são convidados a entrar pela Nona do Bem. Por magia da Nona, Menestrel e Esmeralda caem dentro do livro e passam a viajar na história da Imigração do Paraná.

Chegam ao Porto de Paranaguá, em 1875, onde vieram os navios com os primeiros imigrantes. Os aventureiros enfrentam desafios, mas não desistem da viagem que os leva à Morretes, à construção da estrada de ferro Paranaguá – Curitiba, e os situa no tempo, mostrando o fandango no litoral, a congada da Lapa, passando por Prudentópolis, Araucária, Irati, Carambeí, Colônia Witmansum, norte do Paraná e terminando na região de Foz do Iguaçu, as “Terras do Paiquerê”, conforme são denominadas pelos Caigangues e Guaranis.

Chegando à última página do livro, os viajantes encontram a Nona do Bem que os saúda e agradece pela viagem que os levou a descobrir que o Paraná é um verdadeiro caldeirão cultural e se formou a partir da vinda de imigrantes de várias etnias, que trouxeram junto com a bagagem suas crenças, trejeitos, cheiros, aromas, tradições, sabedoria popular e muita diversidade.

Leia Também:  SAMU inicia operações na base de Arapoti

 

Via: Assessoria

COMENTE ABAIXO:

Campos Gerais

SAMU inicia operações na base de Arapoti

Publicados

em

Fotos: José Adão - Voz do Povo de Arapoti.

Atendimento começou a ser realizado nesta segunda-feira através do número 192

 

Teve início na última segunda-feira (19) os serviços na base operacional do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) de Arapoti, um pedido antigo aguardado pelos moradores do município.

Para tornar o projeto realidade, a prefeitura de Arapoti realizou a reforma e adaptação do prédio anexo a Defesa Civil para ser a sede da base de atendimento. Também atuou na busca de uma ambulância junto aos órgãos estaduais para ser utilizada nos atendimentos no município e cumpriu com licitações para aquisição de materiais equipamentos.

Já o CIMSAMU, que administra o serviço, foi o responsável pela realização do PSS (Processo Seletivo Simplificado) para contratação dos profissionais que irão atuar na unidade e realizar os atendimentos a população. Ao todo, o local deve contar com três equipes atuando 24 horas. O consórcio ainda é responsável pelo gerenciamento da central de atendimento 192 que irá redirecionar os chamados para os socorristas.

Anteriormente, o município já contava com atendimentos do SAMU que eram realizados pela base de Jaguariaíva, porém, com a instalação e equipes do próprio município, a expectativa é de que o atendimento se torne mais ágeis aumentando as chances de salvar vidas.

 

Leia Também:  Turismo tem retomada gradual e setor acredita em recuperação plena em 2021

Informações: José Adão – Voz do Povo de Arapoti.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA

Aviso importante: A reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash, etc) do portal não é permitida e, caso se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismos de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria para reproduzir nosso conteúdo, entre em contato por e-mail. Copyright © 2020