conecte-se conosco

unopar

FOLHA TURISMO

Sengés, o paraíso espera por você

Publicados

em

Lindo espetáculo natural na divisa do Paraná com São Paulo - Foto: Divulgação AEN

Da Redação

Em tempos de pandemia, shoppings e parques urbanos fechados e vida foram do comum a natureza diz: sempre estive aqui e sempre vou estar. Nesses tempo difíceis este é o recado que o planeta nos dá sobre valorizar o natural.

E uma das mais deslumbrantes belezas naturais do Paraná está logo aqui ao lado em Sengés, que vem se tornando referência no turismo nacional e estadual. Rica em belezas da natureza, é um destino que serve como refúgio para quem deseja se desestresar e se desligar da correria do dia a dia.

Considerado o paraíso das cachoeiras o município é localizado na divisa com o Estado de São Paulo, a cerca de 40 km de Jaguariaíva, Sengés tem pouco mais de 20 mil habitantes distribuídos pelas zonas rural e urbana.

Sengés é ainda abençoado com cânions, vales, lagos, grutas e represas que rendem cenários espetaculares de turismo para quem adora ter esse tipo de conexão com o meio ambiente. Como ponto turístico, visite o Poço Encantado, faça a trilha das cachoeiras e encante-se com as quedas d’água da Cachoeira do Corisco.

Leia Também:  Prefeitos da região recebem notificação do TCE para identificação de funcionários que fraudaram o auxílio emergencial

O nome Sengés é uma homenagem ao engenheiro Gastão Sengés, responsável pela construção do trecho da estrada de ferro que cortava a cidade.

A CACHOEIRA DO CORISCO

A atração possuiu a maior queda d’água da região, com aproximadamente 106 metros. Quase na desembocadura do Rio Capivari sobre o Rio Itararé, a cachoeira oferece um bonito espetáculo ao precipitar suas águas cristalinas

Cachoeira do Corisco – Foto Divulgação

sobre um lajeado escuro, proporcionando um contraste surpreendente. Completando o conjunto natural, pode-se apreciar uma exuberante floresta, formações rochosas e campos, com um forte impacto visual.

Localizada em propriedade particular, é imprescindível a autorização dos proprietários. Sendo assim o acompanhamento de guia neste local se faz obrigatório.

PARQUE DA BARREIRA

No paredão de arenito em volta do Rio Itararé, que divide o Paraná de São Paulo, é possível contemplar uma belíssima paisagem. De um lado, a calmaria; de outro, a agitação das águas do rio. Dali saem centenas de andorinhas

Parque da Barreira – Foto Divulgação

de seus ninhos, formando uma bela visão da natureza. O retorno das aves ao entardecer é outro espetáculo. O acesso ao local é apenas pelo lado paulista.

Leia Também:  Prefeito de Jaguariaíva entrega prestação de contas referente ao I Quadrimestre de 2020

CACHOEIRA DO SOBRADINHO

Cachoeira do Sobradinho – Foto Divulgação

Um verdadeiro espetáculo da natureza. Com uma queda de aproximadamente 40 metros de altura, a Cachoeira do Sobradinho é uma parada obrigatória para quem visita a cidade. É um lugar que transmite paz e tranquilidade, ótimo para passear, refrescar-se nas águas cristalinas e vislumbrar a paisagem extraordinária.

SOBRE O MUNICÍPIO

Com um passado cheio de história, os primeiros moradores chegaram por volta de 1883, atraídos pelo solo e riquezas naturais. Em 1930, a cidade também virou passagem de combatentes da Revolução de 30, os quais ficaram por muitos dias utilizando das fazendas para concentração e igreja como “hospital” para soldados.

Com a economia fortemente direcionada ao ramo madeireiro, Sengés é referência no setor e considerada a “Capital da Madeira”. É um destino de inúmeras belezas naturais, de refúgio rústico e tranquilo, além de atrações de aventura, como rapel nas cachoeiras.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Campos Gerais

Acima da média, Arapoti tem boa colocação no ranking da transparência

Publicados

em

Prefeita Nerilda Penna (PP), destacou o compromisso e empenho da administração quanto a transparência. Foto CNM/Divulgação

Dos 399 municípios do Paraná, Arapoti ficou na 52ª colocação, com 75,50% ITP – Índice de Transparência da Administração Pública. A cidade está à frente de outros municípios da região do mesmo porte habitacional e econômico, como Wenceslau Braz e Ibaiti, por exemplo, que por ordem ficaram na 379ª colocação e 241ª.

A prefeita Nerilda Penna (PP), destacou o compromisso e empenho da administração quanto a transparência. Nerilda defende total transparência na gestão pública como sinônimo de respeito ao cidadão. “É dever da administração pública zelar e prestar contas do investimento público, seja ele qual for. Esse é um dos pilares da nossa gestão”, citou a prefeita.

Arapoti está à frente inclusive de Curitiba (198º no Estado). Na região, o primeiro município mais transparente, de acordo com o TCE é Ponta Grossa (8º da lista). Dentre os 52 municípios, além de PG, Castro (21ª), Piraí do Sul (29ª) e Telêmaco Borba (34ª) são municípios que neste momento tiveram posições melhores no hanking.

“É dever da administração pública zelar e prestar contas do investimento público, seja ele qual for. Esse é um dos pilares da nossa gestão”

Metodologia – Para obter o ranking, o Tribunal de Contas do Estado usou como base o ITP (Índice de Transparência da Administração Pública) de cada prefeitura. O indicador, desenvolvido pelo TCE-PR em 2018, foi aferido pela primeira vez no final do ano passado.

Leia Também:  Casal do Norte Pioneiro aposta no abacate como opção de renda

Para medir o desempenho de cada portal e aferir o resultado, foi firmado um termo de cooperação técnico-científica entre o TCE-PR e a Universidade Positivo. Depois o órgão de fiscalização realizou 12 encontros regionais, entre outubro e novembro de 2019, nos quais 35 alunos do 1º ao 5º ano do curso de Direito da instituição de ensino analisaram a qualidade dos portais da transparência municipais.

Ao longo de todo o processo, os estudantes foram orientados por servidores do TCE-PR que, após os encontros, validaram, por amostragem, os resultados obtidos pelos universitários. A avaliação dos portais levou em consideração cinco dimensões: transparência administrativa, transparência financeira, transparência passiva, boas práticas e usabilidade.

A meta é utilizar o indicador como um dos critérios de apreciação das contas anuais dos gestores públicos paranaenses, além de usar também como fator de risco para o planejamento das atividades de fiscalização do órgão de controle.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA

Aviso importante: A reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash, etc) do portal não é permitida e, caso se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismos de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria para reproduzir nosso conteúdo, entre em contato por e-mail. Copyright © 2020