conecte-se conosco


ALERTA

Ciclone “Bomba” atinge o Paraná: previsão é de fortes temporais e rajadas de vento

Publicados

em

CICLONE BOMBA
‘Ciclone bomba’ no Nordeste dos Estados Unidos (NWS) - Divulgação

Nesta terça-feira (30), o fenômeno ciclogênese explosiva, conhecido como ‘ciclone bomba’, atinge o Paraná com fortes temporais e rajadas de vento.

Apesar do nome assustar, Paulo Barbieri, que é meteorologista do Simepar, tranquiliza a população e afirma que é um fenômeno comum. “Ele vai se posicionar sobre o oceano e vai causar muito vento, nada de diferente dos outros ciclones que já passaram pelo Estado.”

‘CICLONE BOMBA’ FARÁ AS TEMPERATURAS CAÍREM NO PARANÁ

OCiclone Bomba’ é comum no inverno, porém, ocorre com mais frequência no norte da Europa e no nordeste dos Estados Unidos. No Atlântico Sul, é mais comum na costa da Argentina ou no cinturão de baixa da Antártida.

Apesar do termo ser assustador, o fenômeno provoca, apenas, uma queda rápida da pressão atmosférica e ele se forma quando o ar frio se choca com o ar mais quente. Os ventos fortes criam um efeito de centrifugação, por isso, o nome de ciclone.

O portal MetSul Meteorologia alerta que desde o final de semana, esse fenômeno avança no país. Nesta terça-feira, o fenômeno será responsável por temporais severos no Paraná, além de fortes rajadas de vento.

“Esse ciclone se posiciona sobre o Rio Grande do Sul, com grandes temporais que vai avançar o Paraná principalmente no período da tarde e da noite. Aqui no Paraná vamos ter registros de ventos fortes”, explicou Barbieri.

Leia Também:  UENP se cadastra para ser polo de vacinação contra a Covid-19

Após a passagem do ‘Ciclone Bomba’ na região Sul do Brasil, as temperaturas caem e, no Paraná, há previsão de geada.

Fonte Portal Paraná

COMENTE ABAIXO:

Campos Gerais

Arapoti edita novos decretos para conter avanço da Covid-19

Publicados

em

Foto. Divulgação.

A Secretaria Municipal de Saúde anunciou nesta quinta-feira, 14, novas medidas, estabelecidas em decretos municipais, para tentar conter o crescente número de casos do coronavírus. Nas últimas 24 horas o município teve a confirmação de duas novas mortes e 28 novos pacientes diagnosticados com a doença.

Para tentar frear os números, o município volta a proibir a aglomeração acima de dez pessoas em qualquer local, seja em eventos, via pública e até mesmo na residência das pessoas com churrascos e celebrações. Denúncias de aglomerações podem ser encaminhadas para o Whatsapp (43) 9 9164-4431.

Os comerciantes deverão novamente controlar o acesso a seus estabelecimentos, limitando a capacidade à metade liberada pelo Corpo de Bombeiros. Formação e organização de filas em frente ao estabelecimento serão de responsabilidade dos proprietários, que também deverão informar na entrada a capacidade de seu comércio, além da disponibilização obrigatória de álcool em gel. Estabelecimentos que desrespeitarem as normas sanitárias poderão ser fechados entre uma a duas semanas, caso haja reincidência.

As igrejas poderão realizar seus cultos desde que com a capacidade limitada à 50% e com o distanciamento de 2 metros entre os fiéis. Academias funcionarão limitadas a até 30% de sua capacidade total. Bares, lanchonetes e restaurantes também terão limitação de 50% de sua capacidade e deverão manter distância entre as mesas de dois metros e deverão evitar que clientes se aglomerem tanto no espaço interno do estabelecimento, como no externo.

O toque de recolher fica estendido das 23h até às 06h, com exceção de pessoas que estão indo ou voltando do trabalho, ou procurando atendimento médico. Por fim, o uso da máscara segue obrigatório, seja dentro de espaços e estabelecimentos comerciais e de serviços e também nas vias públicas. Agentes estarão fiscalizando e orientando a população para o cumprimento das normas.

Leia Também:  Prefeitura planeja construir nova unidade de saúde em Jacarezinho

 

VIA: Folha Paranaense.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA

Aviso importante: A reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash, etc) do portal não é permitida e, caso se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismos de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria para reproduzir nosso conteúdo, entre em contato por e-mail. Copyright © 2020