conecte-se conosco


IRÁ RECORRER

Com quase 200 casos positivos de Covid-19, Justiça determina que frigorífico de aves suspenda as atividades

Publicados

em

A Justiça do Trabalho determinou que um frigorífico do Paraná, suspenda as atividades presencias de todos os trabalhadores por pelo menos 14 dias. Em caso de descumprimento, foi fixada multa de R$ 500 por trabalhador.

A decisão liminar foi tomada após ação civil pública ajuizada pelo Ministério Público do Trabalho (MPT). Conforme o órgão, ocorreu um surto de contaminação do novo coronavírus no local.

Na decisão, o juiz do Trabalho Rodrigo da Costa Clazer pontua que, em 22 dias, de 19 de maio a 9 de junho, 193 trabalhadores tiveram diagnóstico positivo para a Covid-19, “mais do que o próprio município”.

“Se o número de contaminados está aumentando vertinosamente somente entre os empregados da empresa, é porque o ambiente laboral está contribuindo decisivamente para a eclosão da doença. Por isso, ao que tudo indica, a doença se proliferou na empresa, causando um surto de COVID-19, de tal modo que, frise-se, não determinar a suspensão de todas as atividades é colocar em jogo, com risco real, o direito à saúde e vida de todos os empregados e terceirizados, que soma mais de 3.000 pessoas”, destaca em um trecho da decisão.


Além da suspensão temporária das atividades da empresa, a Justiça do Trabalho também determinou que seja realizada a testagem de todos os funcionários do frigorífico, os exames devem seguir os padrões técnicos recomendados.

Leia Também:  Jaguariaíva mantém saldo estável de empregos e mais de 200 registros novos de MEI mesmo com pandemia

“O direito individual destes [colaboradores] de proteção à saúde e à vida se sobrepõe a interesse econômico da empresa ou que envolva eventual dificuldade de operacionalização das medidas necessárias ao enfrentamento da crise”, escreveu o magistrado.

Também foi fixado que todos os trabalhadores com diagnóstico positivo para Covid-19, e aqueles funcionários que tiveram contato direto com o infectado, sejam afastados das funções para garantir o isolamento.

A empresa deverá levar em consideração colaboradores que tenham tido contato com o infectado que trabalhem em um raio mínimo de 1,5 metro.

O que diz a empresa?

O Frigorífico Avenorte, em Cianorte, informou que está cumprindo todas as determinações dos órgãos competentes, relacionados ao combate à Covid-19, e tem adotado todos os cuidados necessários para manter a integridade e saúde dos colaboradores e terceirizados.

Conforme a empresa ainda, o frigorífico está manejando os meios judiciais disponíveis para evitar a paralisação das atividades.

Luciane Cordeiro – G1 Paraná

COMENTE ABAIXO:

Campos Gerais

Servidora pública municipal de Arapoti recebe Moção de Aplauso na Câmara

Publicados

em

Foto: Divulgação

Na tarde desta quarta-feira (05) a Câmara realizou a entrega da Moção de Aplauso à servidora pública municipal Ivanise Soares Alexandre, proposta pelo vereador Divair da Silva (PV). A entrega virtual, devido à pandemia, contou com a presença de vereadores, colegas de trabalho e do filho, Mateus.

Ivanise se aposenta da função pública ainda este ano, após 34 de trabalho. Ingressou na Prefeitura Municipal de Arapoti em 1986 como professora, e em 1989 assumiu o concurso na Função de Oficial Administrativo B onde permanece até hoje. Atuou na área Educacional, Departamento Municipal de Educação, Secretaria Municipal de Saúde e na Secretaria de Finanças. Em 2001 assumiu o programa “Bolsa Escola”, que mais tarde em 2005 torna-se “Programa Bolsa Família”, sendo transferida para a Secretaria de Assistência Social, Na Pasta, continua a desenvolver o Cadastro Único e Programa Bosla Família, no Centro de Referência de Assistência Social – CRAS.

Nascida em Jaguariaíva em 25 de agosto de 1968, é filha de Delciro Soares e Vera Helena Soares, ambos de família tradicional e de destaque na cidade.Casada com Marcelo José Alexandre, é mãe de Mateus, estudante do Seminário SETEL – Seminário Luterano Livre da Igreja Batista Filadélfia, com o ideal de ser Pastor.

Ivanise cursou o Magistério no Colégio Estadual Rodrigues Alves em Jaguariaiva, na década de 1980. Formou-se em Pedagogia pela Faculdade Ciências e Letras de Itararé – FAFIT no ano de 1988. Em 2011 formou-se em Gestão Pública.


É elogiada pelos colegas com quem trabalhou por seu profissionalismo impecável, ‘sem deixar de ser amiga, conselheira e até mesmo MÃE’. Colegas com quem trabalhou na Educação a descrevem como sensível, correta e determinada.

Leia Também:  Nerilda anuncia R$ 699 mil para recuperação da antiga estação que abrigará a Casa da Cultura de Arapoti

A Câmara parabeniza Ivanise por toda sua determinação e dedicação ao longo da vida pública, a qual desempenhou com dignidade.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA

Aviso importante: A reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash, etc) do portal não é permitida e, caso se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismos de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria para reproduzir nosso conteúdo, entre em contato por e-mail. Copyright © 2020