conecte-se conosco


INUSITADO

Desesperada, mãe procura delegacia para fazer BO contra a filha que não consegue arranjar marido

Publicados

em

Foto: Reprodução/Internet

Seja homem ou mulher, quando você chega a uma idade e está solteiro na casa da mãe a pressão começa a acontecer: “E aí, quando vai casar?”. Mas uma idosa passou de todos os limites. Desesperada, ela saiu de casa em meio à pandemia de coronavírus, arriscando a própria saúde, para ir até o 10º Distrito Policial, no bairro Sítio Cercado, em Curitiba, na tarde da última terça-feira (23). Tudo para fazer um Boletim de Ocorrência (BO) contra a filha, alegando que ela precisa sair de casa e arranjar um marido pra ontem.

A senhora acreditava que, por meio de um BO, conseguiria tirar a filha de casa, arranjando um marido para ela. “A gente acha que já viu de tudo, aí acontece isso. Uma senhora desesperada veio aqui e disse que queria fazer um BO para que os policiais arranjassem um casamento para ela. Explicamos que não somos uma agência de casamento e que aquilo não era crime, então direcionamos ela para procurar de outra forma”, disse à Banda B o investigador Henrique Lima, do 10º° Distrito Policial.

De acordo com o investigador, a idosa recebeu a orientação de forma tranquila, mas chateada por não conseguir arranjar um genro. “Ela era bem tranquila e a gente fez essa parte de orientar. Tem algumas situações atípicas realmente no nosso dia a dia. O policial acaba tendo que atender cada coisa”, falou.

Após a orientação, a idosa foi embora, ciente que agora terá que apelar para aplicativos como tinder ou até programas de namoro na televisão. O duro é que, com o coronavírus, nem estes serviços estão funcionando direito.


 

Leia Também:  Jaguariaíva mantém saldo estável de empregos e mais de 200 registros novos de MEI mesmo com pandemia

Via: Banda B.

COMENTE ABAIXO:

Campos Gerais

Servidora pública municipal de Arapoti recebe Moção de Aplauso na Câmara

Publicados

em

Foto: Divulgação

Na tarde desta quarta-feira (05) a Câmara realizou a entrega da Moção de Aplauso à servidora pública municipal Ivanise Soares Alexandre, proposta pelo vereador Divair da Silva (PV). A entrega virtual, devido à pandemia, contou com a presença de vereadores, colegas de trabalho e do filho, Mateus.

Ivanise se aposenta da função pública ainda este ano, após 34 de trabalho. Ingressou na Prefeitura Municipal de Arapoti em 1986 como professora, e em 1989 assumiu o concurso na Função de Oficial Administrativo B onde permanece até hoje. Atuou na área Educacional, Departamento Municipal de Educação, Secretaria Municipal de Saúde e na Secretaria de Finanças. Em 2001 assumiu o programa “Bolsa Escola”, que mais tarde em 2005 torna-se “Programa Bolsa Família”, sendo transferida para a Secretaria de Assistência Social, Na Pasta, continua a desenvolver o Cadastro Único e Programa Bosla Família, no Centro de Referência de Assistência Social – CRAS.

Nascida em Jaguariaíva em 25 de agosto de 1968, é filha de Delciro Soares e Vera Helena Soares, ambos de família tradicional e de destaque na cidade.Casada com Marcelo José Alexandre, é mãe de Mateus, estudante do Seminário SETEL – Seminário Luterano Livre da Igreja Batista Filadélfia, com o ideal de ser Pastor.

Ivanise cursou o Magistério no Colégio Estadual Rodrigues Alves em Jaguariaiva, na década de 1980. Formou-se em Pedagogia pela Faculdade Ciências e Letras de Itararé – FAFIT no ano de 1988. Em 2011 formou-se em Gestão Pública.


É elogiada pelos colegas com quem trabalhou por seu profissionalismo impecável, ‘sem deixar de ser amiga, conselheira e até mesmo MÃE’. Colegas com quem trabalhou na Educação a descrevem como sensível, correta e determinada.

Leia Também:  Colisão entre carro e moto deixa motociclista ferido na BR-369

A Câmara parabeniza Ivanise por toda sua determinação e dedicação ao longo da vida pública, a qual desempenhou com dignidade.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA

Aviso importante: A reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash, etc) do portal não é permitida e, caso se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismos de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria para reproduzir nosso conteúdo, entre em contato por e-mail. Copyright © 2020