conecte-se conosco

unopar

Norte Pioneiro

Escolas da região são selecionadas para o programa “Educação Conectada”

Publicados

em

Duas escolas de Jacarezinho fazem parte do Programa de Educação Conectada do governo federal. A solenidade de ampliação do programa aconteceu nesta terça-feira (19) no Palácio do Planalto. Segundo o site do programa, em Jacarezinho as escolas Anésio de Almeida Leite e Luiz Setti receberão os benefícios. As duas são da rede estadual e juntas somam 1559 alunos.

Outras cidades da região também fazem parte do programa. Em Cambará a escola Lucy Requião com 451 alunos também está incluída. Em Santo Antonio da Platina são duas escolas, Moralina Eleuterio (353 alunos) e Ubaldino do Amaral (332 alunos).

Carlópolis também conta com duas escolas no programa, Carolina Lupion (468 alunos) e Hercilia de Paula e Silva (816 alunos). Em Andirá a escola Barbosa Ferraz com 921 alunos. Outras cidades da região também fazem parte do programa. Cada uma pode ser consultada pelo site do Educação Conectada.

A expansão do programa permitirá a chegada da internet a 27,7 milhões de alunos de 70 mil escolas urbanas a partir de 2020. Ao todo, serão beneficiados alunos de 5.296 municípios e será feito um investimento de R$ 224 milhões.

“Pra mim é muito simbólico, neste Dia da Bandeira, estar anunciando que, nas cidades que tem internet, absolutamente todas as escolas estarão conectadas e isso não é uma coisa pra daqui a seis meses, é na volta às aulas”, disse o ministro da Educação, Abraham Weintraub. “O que era raro, isto é, uma escola pública com internet, passa a ser a regra”, ressaltou.

Leia Também:  Wenceslau Braz zera investigação de pacientes com Covid-19; seis estão recuperados

O ministro explicou ainda que, não apenas os estudantes, mas toda a comunidade local se beneficia. “As famílias que moram em volta vão poder usar, no final de semana, o wi-fi da escola trazendo as famílias para a escola”, esclareceu.

O secretário de Educação Básica do MEC, Janio Carlos Macedo, contou que o ministério trabalha na produção e disponibilização de 174 recursos educacionais digitais para apoiar os professores e alunos na utilização de tecnologia de forma integrada ao currículo.

“Demos hoje importante passo para universalização do acesso à rede mundial de computadores (…) cumprindo o compromisso de se buscar continuamente a redução das desigualdades sociais do país por intermédio de uma educação de qualidade”, afirmou o secretário de Educação Básica.

As escolas rurais também estão sendo conectadas. Nas instituições que ficam em locais de difícil acesso, a conexão ocorre via satélite e já chegou a sete mil escolas rurais alcançando 2,2 milhões de alunos. A meta é atingir oito mil escolas rurais até o fim de 2019. O MEC já repassou R$ 60 milhões ao ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações.

Leia Também:  Sortudo da região ganha mais R$ 100 mil na quina da mega

Além de levar internet, o MEC está investindo no desenvolvimento de conteúdos e treinamento de professores para o uso da tecnologia na educação com a criação do ambiente virtual de aprendizagem. Só neste ano, mais de 100 mil professores concluíram cursos na plataforma.

O Educação Conectada tem o objetivo de apoiar a universalização do acesso à internet em alta velocidade e fomentar o uso pedagógico de tecnologias digitais na educação básica.

No site do programa ou no aplicativo Educação Conectada, é possível utilizar o Medidor Educação Conectada para pesquisar os dados de conectividade de uma região, estado, cidade ou escola. O Medidor ainda permite à escola, a qualquer momento, medir a qualidade de sua conexão. Os resultados são usados pelo MEC para avaliar se as redes contratadas nas escolas estão compatíveis com o Programa de Inovação Educação Conectada.

 

Por: Portal JNN. 

COMENTE ABAIXO:

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

Cidades

Sortudo da região ganha mais R$ 100 mil na quina da mega

Publicados

em

A Caixa Econômica Federal sorteou, na noite desta quarta-feira, dia três, o concurso 2267 da Mega-Sena. Aberto para o público, o sorteio foi realizado no Espaço Caixa Loterias, no Terminal Rodoviário do Tietê, em São Paulo.

Aposta simples da Platisorte Loterias, de Santo Antônio da Platina, localizada na esquina das ruas Rui Barbosa e Coronel Capucho, foi uma da vencedoras.

Um  grupo de apostadores de Tanguá (RJ) acertou as seis dezenas e ganhou o prêmio era de R$ 45,5 milhões.

Os números sorteados foram 20 – 32 – 33 – 48 – 49 – 53.

A quina teve 33 apostas ganhadoras, que receberam R$ 105.176,88 cada. No Paraná, três dos vencedores da quina são de Curitiba e um é de Santo Antônio da Platina.

Já a quadra teve 4.064 apostas ganhadoras, que receberam R$ 1.220,06 cada uma.

O próximo concurso, de número 2.268, deverá pagar R$ 2,5 milhões, segundo estimativa da Caixa Econômica Federal. O sorteio está programado para o sábado (6).

Fonte NP Diário

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Sortudo da região ganha mais R$ 100 mil na quina da mega
Continue lendo

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA

Aviso importante: A reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash, etc) do portal não é permitida e, caso se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismos de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria para reproduzir nosso conteúdo, entre em contato por e-mail. Copyright © 2020