fbpx
conecte-se conosco


GANHANDO MUNDO

Estudantes de Tomazina e Siqueira Campos falam sobre expectativa de intercâmbio na Nova Zelândia

Publicados

em

Foto. Divulgação.

Alunas estão entre os 100 estudantes paranaenses selecionados para viajar e estudar fora do Brasil através do programa do Governo Estadual

 

Duas estudantes de municípios do Norte Pioneiro que estão entre os 100 alunos paranaenses selecionados para participar do projeto “Ganhando o Mundo”, do governo estadual, e conversaram com a Folha e falaram sobre a emoção de receber a notícia e as expectativas em relação a viagem para Nova Zelândia.

A aluna Vitória Aparecida dos Santos Barbosa, do Colégio Estadual Francisco de Oliveira em Tomazina, e Maria Luiza Bordignon Godoy, do Colégio Sagrada Família em Siqueira Campos, forão selecionadas para participar do programa devido as suas boas notas e bom desempenho escolar.

Em entrevista concedida ao Folha Extra, Vitória diz estar muito feliz e, ao mesmo tempo, assustada com a notícia recente. “Sempre foi meu sonho fazer um intercâmbio como esse, sempre estudei bastante. Gosto muito de ler e meus pais nunca precisaram ficar em cima de mim para ter que fazer as tarefas escolares” comemora a aluna.

Filha de pai granjeiro e mãe diarista, a jovem conta também que seus pais, Rosimara Aparecida dos Santos e João Batista Pires Barbosa, ao receberem a notícia ficaram ainda mais orgulhosos da filha. “Foi uma grande surpresa e misturou alegria com receio, pois é uma grande oportunidade para ela, mas lá do outro lado do mundo. Tem sempre aquela vontade de pai e mãe de querer os filhos por perto, mas a Vitória sempre se dedicou muito aos estudos, inclusive, deixando de lado momentos de lazer com amigos para estudar. Então, a gente não podia impedir ela de realizar esse sonho e vamos estar sempre apoiando. É um orgulho muito grande”, disse a mãe da estudante.

Vitória ainda falou um pouco sobre os planos para o futuro e deixou um recado para outros estudantes. “No momento, eu penso em cursar Letras Inglês/Português, mas ainda não é algo fixo e pode ser que essa ideia venha a mudar com essas novas experiências. Já o recado que eu deixo para outros estudantes é que se dediquem em busca de seus sonhos e não desistam, pois na vida para alcançar nossos objetivos precisamos ter foco, força e fé”, finaliza a jovem.

Leia Também:  Covid-19 mata casal e filho em intervalo de 14 dias em Cambará; Ibaiti tem mais três mortes

Já a aluna Maria Luíza além de contar como foi a reação ao receber a notícia também falou sobre como foi para convencer seus pais a deixarem ela viajar. “Eu fiquei tão feliz que paralisei, sem reação. Meus pais também ficaram muito felizes e orgulhosos, mas acabaram ficando com receio de que viajasse para um país tão distante devido a minha idade”, contou.

A mãe da estudante, Neuci Bordignon, falou como ela e o marido, Evantuil Lopes de Godoi, acabaram aceitando a ideia. “Nós recebemos ligações do Núcleo de Educação de Ibaiti e da diretora da escola onde a Maria estuda. Confesso que a princípio bateu aquele medo e receio de mandar nossa menina para um país longe, mas após estas conversas ficamos mais tranquilos ao entender como funciona o programa e os benefícios que a estadia na Nova Zelândia podem trazer para nossa filha”, contou.

Maria também deixou um recado para outros estudantes e agradeceu o apoio que sempre recebeu nos estudos. “Agradeço meus pais que sempre lutaram para que eu tivesse a oportunidade de poder me dedicar aos estudos. Agradeço também aos meus professores e a diretora da minha escola que sempre estiveram ao meu lado me motivando e sendo inspirações para mim. Eu digo aos outros estudantes que sempre que puderem estudem e se dediquem, pois um dia irão colher os frutos do aprendizado. Neste momento as coisas estão difíceis, mas não devemos perder as esperanças, pois estudar e aprender nunca é algo perdido ou jogado fora”, disse a estudante que pretende cursar Arquitetura ou Engenharia no futuro.

Leia Também:  Força Verde comemora aniversário ajudando famílias vulneráveis

 

Sobre o programa

O Programa Ganhando o Mundo é uma iniciativa do Governo Estadual através da Secretaria de Educação (SEED), que incentiva alunos da rede pública a estudarem inglês através de intercâmbio na Nova Zelândia. A seleção desse intercâmbio foi feita pela média de notas e frequência. O estudante deveria ter média maior ou igual a 7,0 em todas as matérias e frequência maior ou igual a 85%. Para chegar à pontuação final foram somadas as médias de todas as disciplinas da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) cursadas em 2020, no 9º ano.

COMENTE ABAIXO:

Cidades

Empresário de Siqueira Campos morre vítima da Covid-19

Publicados

em

Foto: Reprodução/Internet

Um empresário do município de Siqueira Campos é a mais nova vítima fatal da Covid-19 no município. José Luiz de Carvalho, mais conhecido como Zé Jacaré, morreu na noite desta quinta-feira (08). Esta é a 20ª morte causada pela doença no município. As informações são do radialista Claret Coutinho.

Zé Jacaré estava internado em um hospital de Ivaiporã. Familiares informaram que o empresário foi entubado na última segunda-feira (05), mas devido a complicações relacionadas a doença não resistiu e veio a óbito. Seu corpo será sepultado em Curitiba.

O empresário foi um dos primeiros a instalar uma industria de confecções no município de Siqueira Campos, ainda na época do então prefeito Dirceu Rodrigues gerando emprego e renda na cidade.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Arapoti vai ter equipe para acompanhamento pós-Covid
Continue lendo

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA

Aviso importante: A reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash, etc) do portal não é permitida e, caso se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismos de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria para reproduzir nosso conteúdo, entre em contato por e-mail. Copyright © 2021