conecte-se conosco


ESCLARECIMENTO

IFPR emite nota sobre demora na entrega de certificados a alunos de Wenceslau Braz

Publicados

em

Foto: Reprodução/Internet Google Maps

Estudantes que realizaram a colação de grau em novembro do ano passado ainda não receberam seus diplomas

 

Após a Folha Extra publicar uma matéria na semana passada mostrando a insatisfação dos alunos que realizaram os cursos técnicos do IFPR (Instituto Federal do Paraná) em Wenceslau Braz devido à demora na entrega dos diplomas, a instituição entrou em contato com a reportagem para prestar esclarecimentos sobre a situação.

Vale ressaltar que, na ocasião, o jornal entrou em contato com o setor responsável pelos cursos junto à prefeitura de Wenceslau Braz, a qual atrelou o atraso na entrega dos certificados ao próprio Instituto. Ainda na ocasião, também foi buscado contato junto aos responsáveis pela situação no IFPR, mas sem sucesso devido as equipes estarem realizando apenas trabalho remoto.

Já na tarde desta segunda-feira (29), a reportagem foi contatada pela equipe do IFPR que encaminhou uma nota para esclarecer a situação. Segundo o instituto, o principal motivo atrelado ao atraso na entrega dos diplomas é devido aos efeitos provenientes da pandemia da Covid-19 que ocasionaram mudanças no atendimento presencial e logística da instituição. O IFPR ainda reforça que os estudantes não serão prejudicados em questões de mercado de trabalho, visto que a conclusão do curso pode ser confirmada mesmo sem a posse do diploma. Ainda assim, não houve especificação de uma data para a entrega dos certificados.

 

Leia Também:  UENP emite nota sobre retorno das aulas em 2021

Confira a Nota na Integra:

 

Diante da reportagem veiculada pelo jornal Folha Extra, sobre a insatisfação de estudantes de Wenceslau Braz que realizaram colação de grau no Instituto Federal do Paraná (IFPR) em novembro de 2019 e ainda não receberam os certificados, o Instituto Federal do Paraná vem esclarecer a situação no andamento do processo de emissão e assinatura dos diplomas dos cursos encerrados em 2019.

Inicialmente, é confirmada a informação de que o IFPR tem como prazo para emissão dos diplomas um período de 120 a 180 dias após a colação de grau. Todo o processo de emissão de diploma (impressão, registro e assinaturas) é realizado de forma presencial, além da parte da logística de entrega, pois algumas prefeituras e secretarias de Educação também estão com atividades presenciais suspensas, o que pode ocasionar de o diploma retornar.

Até o presente momento não há legislação para implantação de certificação digital para cursos técnicos subsequentes, como é o caso dos cursos mencionados na reportagem. O Ministério da Educação (MEC) lançou em dezembro de 2019 o primeiro projeto de renovação de diplomas, que é destinado apenas a cursos superiores, e as instituições devem implantar até dezembro de 2021. 

Os diplomas dos cursos técnicos que realizaram colação de grau em novembro de 2019 estão em processo de assinatura na Reitoria, no entanto, como na maioria das instituições, devido à pandemia e à paralisação das atividades presenciais, os servidores do IFPR estão trabalhando desde março de forma remota, de modo que alguns procedimentos tiveram seus prazos prejudicados, como é o caso das assinaturas nos diplomas físicos.

No entanto, é preciso lembrar que nenhum profissional formado nos cursos do Instituto está prejudicado na comprovação desta escolaridade, que pode ser comprovada legalmente mediante a apresentação de declaração de conclusão de curso.

O Instituto Federal do Paraná reafirma seu compromisso na busca de promover a educação profissional e tecnológica, pública, de qualidade, socialmente referenciada, por meio do ensino, pesquisa e extensão, visando à formação de cidadãos críticos, autônomos e empreendedores, comprometidos com a sustentabilidade.  

 

Leia Também:  Prefeitura de Jacarezinho prepara leilão de veículos e maquinários

Via: Assessoria.

COMENTE ABAIXO:

Campos Gerais

Arapoti edita novos decretos para conter avanço da Covid-19

Publicados

em

Foto. Divulgação.

A Secretaria Municipal de Saúde anunciou nesta quinta-feira, 14, novas medidas, estabelecidas em decretos municipais, para tentar conter o crescente número de casos do coronavírus. Nas últimas 24 horas o município teve a confirmação de duas novas mortes e 28 novos pacientes diagnosticados com a doença.

Para tentar frear os números, o município volta a proibir a aglomeração acima de dez pessoas em qualquer local, seja em eventos, via pública e até mesmo na residência das pessoas com churrascos e celebrações. Denúncias de aglomerações podem ser encaminhadas para o Whatsapp (43) 9 9164-4431.

Os comerciantes deverão novamente controlar o acesso a seus estabelecimentos, limitando a capacidade à metade liberada pelo Corpo de Bombeiros. Formação e organização de filas em frente ao estabelecimento serão de responsabilidade dos proprietários, que também deverão informar na entrada a capacidade de seu comércio, além da disponibilização obrigatória de álcool em gel. Estabelecimentos que desrespeitarem as normas sanitárias poderão ser fechados entre uma a duas semanas, caso haja reincidência.

As igrejas poderão realizar seus cultos desde que com a capacidade limitada à 50% e com o distanciamento de 2 metros entre os fiéis. Academias funcionarão limitadas a até 30% de sua capacidade total. Bares, lanchonetes e restaurantes também terão limitação de 50% de sua capacidade e deverão manter distância entre as mesas de dois metros e deverão evitar que clientes se aglomerem tanto no espaço interno do estabelecimento, como no externo.

O toque de recolher fica estendido das 23h até às 06h, com exceção de pessoas que estão indo ou voltando do trabalho, ou procurando atendimento médico. Por fim, o uso da máscara segue obrigatório, seja dentro de espaços e estabelecimentos comerciais e de serviços e também nas vias públicas. Agentes estarão fiscalizando e orientando a população para o cumprimento das normas.

Leia Também:  UENP se cadastra para ser polo de vacinação contra a Covid-19

 

VIA: Folha Paranaense.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA

Aviso importante: A reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash, etc) do portal não é permitida e, caso se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismos de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria para reproduzir nosso conteúdo, entre em contato por e-mail. Copyright © 2020