conecte-se conosco

unopar

A QUEM PRECISA

Policiais entregam alimentos a assistências sociais das cidades da 2ª Companhia da PM

Ao todo, campanha do 2º Batalhão da PM arrecadou mais de uma tonelada de alimentos em cidades do Norte Pioneiro

Publicados

em

Policiais da 2ª Cia de Wenceslau Braz fazem as doações à Assistência Social do município. Foto: Divulgação

Policiais dos municípios que compões o 2º Batalhão da Polícia Militar em Jacarezinho deram início nesta segunda-feira (18) e terça-feira (19) a distribuir os alimentos arrecadados através da campanha “Nossa Cidade Sem Fome”. Ao todo, nesta primeira etapa foram arrecadados cerca de 1,3 mil quilos de alimentos.

Na terça-feira (19), policiais da 2ª Companhia da PM em Wenceslau Braz realizaram a entrega de alimentos a Assistência Social do Município para que os mesmos sejam direcionados a famílias carentes. As doações ainda podem continuar sendo feitas nos próximos dias em mercados e nas Companhias e Destacamentos da PM em Siqueira Campos, São José da Boa Vista, Santana do Itararé, Salto do Itararé e em Wenceslau Braz.

Também foram realizadas entregas as Assistências sociais dos municípios de Jacarezinho e Santo Antônio da Platina com o objetivo de ajudar famílias que estejam passando por dificuldades financeiras devido a pandemia do novo coronavírus.

O Comandante do 2º BPM agradeceu a solidariedade da população do Norte Pioneiro e reforçou que a ação continua sendo realizada nos municípios que fazem parte da corporação e as doações podem ser realizadas em estabelecimentos parceiros da campanha.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Vereador protocola projeto para redução de vagas na Câmara de Jaguariaíva
Propaganda

Campos Gerais

Prefeitos da região recebem notificação do TCE para identificação de funcionários que fraudaram o auxílio emergencial

Publicados

em

Diante da constatação da ilegalidade do recebimento do auxílio emergencial por parte de servidores públicos de 388 municípios do Estado, o Tribunal de Contas está encaminhando aos prefeitos destas 388 prefeituras onde foi constatada a irregularidade uma comunicação para que os gestores tomem providências.

Entre as recomendações o TCE pede que os prefeitos alertem os funcionários do crime de falsidade ideológica, estelionato, além de infrações disciplinares, onde podem perder inclusive o cargo.

Os servidores que tiveram o envolvimento também poderão devolver o valor recebido através de um canal criado exclusivamente para a ocasião. Leia a notificação na íntegra:

Senhor Prefeito,

Em atuação conjunta, o Tribunal de Contas do Estado do Paraná e a Controladoria-Geral da União identificaram, mediante cruzamento de dados, que 10.648 (dez mil, seiscentos e quarenta e oito) servidores públicos dos quadros dos municípios do Paraná podem ter recebido indevidamente o auxílio emergencial, instituído pelo Governo Federal com o objetivo de fornecer proteção emergencial no período de enfrentamento à crise econômica causada pela pandemia do Coronavírus (Covid-19). O montante apurado totaliza R$ R$ 7.319.400,00 (sete milhões, trezentos e dezenove mil e quatrocentos reais) por parcela paga.

Nos termos do artigo 7º, § 1º, VI, do Decreto n.º 10.316/20, os agentes públicos, incluindo os ocupantes de cargo temporário, função de confiança, cargo em comissão e os titulares de mandato eletivo, não possuem direito ao benefício. A condição de agente público é verificada por meio de autodeclaração.

Diante do exposto, o Tribunal de Contas do Estado do Paraná emite a presente recomendação para que os municípios:

  1. a) alertem aos seus servidores públicos que as condutas de solicitação e recebimento do auxílio emergencial, mediante a inserção ou declaração de informações falsas, podem tipificar os crimes de falsidade ideológica e estelionato, além de configurarem possíveis infrações disciplinares a serem analisadas no âmbito do respectivo município; e
  2. b) informem a esses servidores que existe um canal disponibilizado pelo Ministério da Cidadania para a devolução de valores eventualmente pagos/recebidos de forma indevida: devolucaoauxilioemergencial.cidadania.gov.br
COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Saiba quando alguém pode ser considerado curado da Covid-19
Continue lendo

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA

Aviso importante: A reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash, etc) do portal não é permitida e, caso se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismos de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria para reproduzir nosso conteúdo, entre em contato por e-mail. Copyright © 2020