conecte-se conosco


RECONHECIMENTO

Romanelli propõe título de utilidade pública ao Projeto Criança Feliz de Siqueira Campos

Publicados

em

O deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB) apresentou nesta terça-feira (2) projeto de lei que prevê a concessão de utilidade pública à Associação Projeto Criança Feliz de Siqueira Campos. Com o reconhecimento, a entidade poderá obter recursos junto aos órgãos estaduais para manutenção de suas atividades.

Romanelli adianta que o trabalho realizado pela instituição, criada por Giovano dos Santos, em 2016, tem cunho beneficente e  de assistência social. “Giovano é um jovem idealista e solidário que sonha em fazer algo em prol da melhoria da qualidade de vida de crianças, jovens e idosos do município de Siqueira Campos e a instituição merece esse reconhecimento”, justifica.

Dentre as finalidades do Projeto Criança Feliz estão a promoção do desenvolvimento social de pessoas carentes, em especial às crianças, jovens e idosos, por meio de atividades na área da educação, esporte, recreação, alimentação, atendimento nutricional, social, cultural, artístico; combater a pobreza extrema e oferecer proteção social aos que se encontram em situação de vulnerabilidade.

Campanhas


Para manter as atividades e atender a outras instituições do Norte Pioneiro, a associação realiza diversas campanhas para arrecadação de recursos. A proposta é custear tratamentos médicos aos mais necessitados, arrecadar produtos de higiene pessoal para hospitais da região, aos asilos São Vicente de Paulo e dos Barbosas, à Casa de Apoio ao Dependente Químico e à Santa Casa de Misericórdia. Os recursos são conquistados por meio da realização de eventos esportivos, que têm o objetivo de desenvolver na criança e no adolescente, valores éticos, morais e de responsabilidade.

Leia Também:  Polícia encontra revólver em berço de bebê e suspeito é preso

“São valores que as crianças vão levar com elas durante toda a vida e que nesses dias têm se tornado tão necessários para a criação e formação de adultos conscientes do seu compromisso cívico com o Estado e a Nação”, acrescenta o deputado.

Anualmente a Associação Criança Feliz realiza a Festa do Dia das Crianças, em 12 de outubro. Cerca de 1500 crianças participam das atividades, que envolvem brincadeiras, recreações e sorteio de brindes. Também são distribuídos lanches, refrigerantes, doces e brinquedos, todos arrecadados por meio de doações feitas pela comunidade local.

A cada dois meses, a Associação reúne os aniversariantes do mês, que são internos dos dois asilos de Siqueira Campos, para festejar a data. “Nessa comemoração é feita uma festa com todos os itens que tem em um aniversário, decoração, bolo, bexigas, doces, salgados, música e, segundo o deputado, o mais importante, a alegria e o carinho dos organizadores e participantes.

COMENTE ABAIXO:

Cidades

Paraná vê pior ano epidemiológico em casos e mortes por dengue

Publicados

em

Foto: Ilustrativa - Reprodução/Internet

A Secretaria de Estado da Saúde finaliza o período sazonal 2019/2020 de monitoramento da dengue com a publicação de boletim epidemiológico, nesta terça-feira (14). O Estado fecha o ciclo de 12 meses com 227.724 casos e 177 mortes confirmadas. Foi o pior ano em se tratando de casos e mortes no Estado.

O acompanhamento de julho 2019 a julho 2020 publicou 43 boletins epidemiológicos, com registros de casos confirmados, notificados, óbitos e análises sobre os índices da doença nas regiões e cada município do Estado.

Até ontem, 244 cidades estavam em situação de epidemia e 31 em alerta para a dengue. O informe mostra que 22.700 casos seguem em investigação.
Em relação aos óbitos por dengue o aumento em relação ao boletim do período anterior é de cerca de 80%. Entre 2018/2019 foram 22 óbitos e agora são 177 mortes provocadas por dengue.

Desde o início do período, a Secretaria da Saúde já alertava para a possibilidade de aumento expressivo de casos devido ao novo sorotipo da doença, o Den-2, que até então não circulava no Estado. O fluxo do subtipo diferente fez com que as pessoas infectadas evoluíssem para formas mais graves da dengue.


Apesar do encerramento do período sazonal, a Secretaria da Saúde informa que a consolidação de dados de 2019/2020 será feita no mês de novembro junto com o fechamento das informações do Sistema de Informações de Agravos de Notificação (Sinan), do Ministério da Saúde.

Leia Também:  Suspensão de parcelamentos do IPAS não onera servidores e resguarda patrimônio do instituto

“A doença segue como uma das maiores preocupações do Estado”, disse o secretário da Saúde, Beto Preto. Os números do ano epidemiológico ficaram altos altos, mas não significa que acabou. Existe uma epidemia de dengue e por isso a Secretaria da Saúde reforça o apelo para a que população fique atenta.

 

Via: Bem Paraná.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA

Aviso importante: A reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash, etc) do portal não é permitida e, caso se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismos de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria para reproduzir nosso conteúdo, entre em contato por e-mail. Copyright © 2020