conecte-se conosco


AVISO

Rompimento de rede afeta abastecimento no Centro em Santo Antônio da Platina

Publicados

em

Foto: Ilustrativa - Reprodução/Internet

A Sanepar informa que, para fazer conserto de uma rede de distribuição de água rompida, precisa interromper o abastecimento para o Centro da cidade em Santo Antônio da Platina. Os serviços estão sendo executados desde as 8h e devem ser concluídos até as 11h30. A previsão é de que o abastecimento normalize, gradativamente, a partir do meio-dia.

 

Colabore!

O Paraná vive a maior estiagem das últimas décadas. Neste momento, é importante que todos colaborem, adotando hábitos de consumo racional da água. A orientação é para que seja priorizado o uso para alimentação e higiene pessoal. As limpezas mais pesadas, como lavagem de carros, calçadas e fachadas, devem ser adiadas até que a situação se normalize.

Só ficarão sem água durante este período os clientes que não têm caixa-d’água no imóvel, conforme recomendação da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas). A Sanepar sugere que cada imóvel tenha uma caixa-d’água de pelo menos 500 litros. Assim, é possível ter água por 24 horas, no mínimo.

A orientação é evitar desperdícios. A Sanepar conta com a participação de todos!

Leia Também:  Marcelo Palhares defende enfrentar a Covid sem prejudicar o comércio em Jacarezinho

O Serviço de Atendimento ao Cliente Sanepar é feito pelo telefone 0800 200 0115, que funciona 24 horas. Ao ligar, tenha em mãos a conta de água ou o número de sua matrícula.

Para esta e outras informações utilize o aplicativo para celular Sanepar Mobile ou acesse sempre o site da Sanepar: www.sanepar.com.br

Via: Assessoria Sanepar.

COMENTE ABAIXO:

Norte Pioneiro

Marcelo Palhares defende enfrentar a Covid sem prejudicar o comércio em Jacarezinho

Publicados

em

Foto: Reprodução/Internet

Com 196 casos ativos da doença, Comitê Gestor da Covid-19 no município se reuniu para discutir sobre toque de recolher e lookdown

 

Em poucos dias o cenário da Covid-19 tomou novas proporções de crescimento no número de contágios da doença no município de Jacarezinho. Para se ter uma ideia da situação, o boletim informativo divulgado pela secretaria municipal de Saúde neste domingo (22) aponta que a cidade está com 196 casos ativos da doença.

O informe mostra que entre o sábado (21) e o domingo foram diagnosticadas 54 pessoas que testaram positivo para Covid-19. O município ainda registra quatro pacientes que estão internados e um que veio a óbito vítima da doença.

Diante da situação que volta a ser crítica, o Comitê Gestor da Covid-19 no município realizou uma reunião de urgência na última sexta-feira (20) no plenário da Câmara de Vereadores. O encontro ainda contou com a participação de representantes da Associação Comercial e Empresarial de Jacarezinho (Acija). Como resultado do debate, foi encaminhado ao prefeito Sergio Eduardo Emygdio de Faria um pedido de toque de recolher. A princípio, chegou a se cogitar a possibilidade de Lookdown.

Eleito o novo prefeito do município tendo como um dos papéis o enfrentamento ao coronavírus a partir de 1º de janeiro de 2021, Marcelo Palhares se manifestou contrário a possibilidade de implementar o Lookdown em sua gestão. Para o novo chefe do Executivo jacarezinhense, a prefeitura deve trabalhar em busca de soluções e aplicação de novos protocolos em combate a doença, mas sem prejudicar a economia local.

“Nós não podemos recorrer a medidas que venham gerar desemprego e deixem diversas famílias sem a possibilidade de ganhar seu ganha pão. Para isso, precisamos proteger a população, mas sem punir os comerciantes”, destacou o prefeito eleito.

Leia Também:  Suspensa licitação para a instalação de luminárias de LED em Joaquim Távora

Por outro lado, Palhares foi cauteloso ao reconhecer a necessidade da adoção de novas medidas. “Eu entendo que precisamos aumentar e ampliar os protocolos de prevenção e de segurança para reduzir o avanço da doença, mas temos que fazer isso com responsabilidade social e econômica”, pontuou.

Marcelo também destacou outras formas de combater o avanço da doença. “Acredito que devemos aumentar o número de testagem das pessoas. Assim, testou positivo isola este paciente e vamos rastrear as pessoas com quem ele já teve contato e submetê-las ao teste também, pois as vezes este paciente pode estar assintomático que são os maiores responsáveis pela transmissão”, explicou.

“Não vamos prejudicar quem trabalha e vamos buscar por soluções que não prejudiquem as pessoas. Se for o caso, vamos aumentar a fiscalização e a testagem. Vamos cuidar das pessoas e enfrentar o coronavírus, mas sem prejudicar a economia do nosso município”, finalizou.

 

Informações: Assessoria de Imprensa.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA

Aviso importante: A reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash, etc) do portal não é permitida e, caso se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismos de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria para reproduzir nosso conteúdo, entre em contato por e-mail. Copyright © 2020