conecte-se conosco


PANDEMIA

Paraná registra uma morte por Covid-19 a cada 32 minutos

Publicados

em

Foto: Ilustrativa - Reprodução/Internet

A cada 32 minutos, uma pessoa perde sua vida para a Covid-19 no Paraná. Ao menos assim tem sido desde o começo de julho, quando o estado viu começar a crescer o número de novos casos e óbitos por dia em decorrência da pandemia.

No dia 1º de julho, por exemplo, o Paraná somava 650 mortes por Covid-19. Ontem, já eram 2.547 — aumento de 291,85% em um mês e duas semanas, praticamente. Por dia, então, temos uma média de 44 óbitos no período analisado, o que dá cerca de 309 mortes por semana no estado.

Para se ter noção do que isso representa, seria o equivalente à queda semanal de dois aviões comerciais de médio porte, com todos os passageiros falecendo.
Além disso, até ontem havia 1.095 pacientes com diagnóstico confirmado de Covid-19 internados. Destes, 849 ocupavam leitos SUS (410 em UTI e 439 em leitos clínicos/enfermaria) e 246 leitos da rede particular (103 em UTI e 143 em leitos clínicos/enfermaria).

Havia outros 1.102 pacientes internados, 489 em leitos UTI e 613 em enfermaria, que aguardam resultados de exames. Eles estão em leitos das redes pública e particular e são considerados casos suspeitos de infecção pelo vírus Sars-CoV-2.

 

Leia Também:  Diretoria recebe escritura do terreno do Hospital do Câncer de Londrina unidade do Norte Pioneiro

Casos

No mesmo período, o número de casos passou de 23.965 no dia 1º de julho para 98.559 ontem. Em apenas 44 dias, o número de casos subiu três vezes,e a média diária foi para 1.695 no período. Os primeiros seis casos no Paraná foram confirmados no dia 12 de março.

 

Via: Rodolfo Luis Kowalski – Bem Paraná.

COMENTE ABAIXO:

Norte Pioneiro

Sebrae/PR lança programa digital para capacitar pequenas empresas do turismo no norte pioneiro

Publicados

em

Foto: Ilustrativa - Reprodução/Internet

Além de preparar os empresários para adotarem condutas seguras na retomada, objetivo é impulsionar a jornada de experiência do cliente

 

Uma jornada de capacitações gratuita e focada em preparar empresas do setor de turismo para a retomada das atividades de forma segura e rentável. O Programa Turismo Norte Pioneiro será lançado pelo Sebrae/PR na próxima terça-feira (29), às 19 horas, para produtores rurais, empresas de alimentação fora do lar, transporte, hospedagem, eventos, agências de viagens e serviços turísticos. As inscrições estão abertas e podem ser feitas aqui. As atividades serão realizadas entre os meses de outubro e novembro.

O norte pioneiro é considerado uma das 14 regiões turísticas do Paraná. Segundo informações da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo (Sedest), entre os atrativos estão a Represa de Chavantes, conhecida como Angra Doce, em Ribeirão Claro, que apresenta potencial para o turismo náutico e de aventura. O Rio das Cinzas, em Tomazina, é outro destaque, assim como o Parque da Mina Velha, em Ibaiti, com antigas minas de carvão.

O patrimônio cultural da região é representado por edificações religiosas, que integram a Rota do Rosário, como a Festa de Bom Jesus da Cana Verde, em Siqueira Campos, as pinturas de Eugênio Sigaud da Catedral Diocesana de Jacarezinho e o Santuário de São Miguel Arcanjo, em Bandeirantes, onde uma vinícola produz vinho canônico. As características produtivas e naturais do norte pioneiro atraem atividades de turismo rural e lazer, com visitas a antigas fazendas produtoras de café, que fazem parte do roteiro da Rota do Café.

A consultora do Sebrae/PR, Camila Eduarda dos Santos, explica que no lançamento do programa, com palestra sobre “O turismo em tempos de Covid-19”, a instituição vai apresentar informações sobre o cenário atual do setor turístico na pandemia, cuidados que precisam ser tomados para o retorno das atividades e quais oportunidades podem ser trabalhadas para atrair turistas para o norte pioneiro, movimentar o comércio e toda a economia da região.

Leia Também:  Paraná é o segundo estado com o menor número de casos e óbitos de Covid-19

Segundo Camila, a jornada digital será dividida em duas partes e trabalhará a conduta segura para as atividades turísticas e também o impulsionamento dos negócios. As empresas interessadas vão conhecer os protocolos de prevenção da Covid-19 para proteção de colaboradores e clientes. Na sequência, participarão de cinco oficinas focadas na melhoria da jornada de experiência do turista. O programa prevê, ainda, duas horas de consultorias individuais. Ao todo, serão 16 horas de capacitação.

“Mais do que estar no digital, qual será o diferencial da empresa do setor de turismo?”, questiona a consultora, que acrescenta que o treinamento vai ajudar os empresários a entregarem uma proposta de valor capaz de atender as necessidades do perfil dos clientes, usando ferramentas corretas para entregar uma experiência “encantadora”. “Com esse programa queremos fortalecer o norte pioneiro como potencial turístico no Paraná e Brasil”, afirma.

São parceiros do programa a Associação Turística do Norte Pioneiro do Paraná (Atunorpi), Coordenadoria das Associações Comerciais e Empresariais do Norte Pioneiro (Cacenorpi), Ponto de Atendimento ao Empreendedor de Andirá e Salas do Empreendedor do norte pioneiro.

Leia Também:  Polícia cumpre mais uma fase da operação “Divisas Integradas” no Norte Pioneiro

A Atunorpi vai assessorar as empresas inscritas na jornada digital a validar a inscrição no Cadastur, o Sistema Nacional de Cadastro dos Prestadores de Serviços Turísticos, que visa ordenar, formalizar e legalizar os prestadores de serviços turísticos no Brasil.

O presidente da Atunorpi, Welington Trautwein Bergamaschi, diz que a maioria das empresas do setor buscou se adaptar durante a pandemia para manter os empreendimentos ativos e oferecer aos consumidores a melhor experiência possível para o momento. “Mas é importante se atualizar, estar alinhado ao mercado e, principalmente, validar os procedimentos para fortalecer o turismo no norte pioneiro do Paraná”, opina.

Para o presidente da Cacenorpi, Gilson Morais, a capacitação é um “presente”, já que os comerciantes têm enfrentado muitos desafios em meio à pandemia. “A ideia da jornada é fortalecer as empresas do turismo, como bares, restaurantes, hotéis e atrair mais turistas para a região. Isso vai aquecer o comércio local, que também precisa oferecer um atendimento diferenciado para esses clientes”, pondera.

O link para inscrição no programa é: https://forms.gle/G6GyLVcd4EnpMr9b9

 

Via: Assessoria.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA

Aviso importante: A reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash, etc) do portal não é permitida e, caso se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismos de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria para reproduzir nosso conteúdo, entre em contato por e-mail. Copyright © 2020