-0.4 C
Wenceslau Braz

Pela primeira vez em seis meses, campanha de vacinação contra Covid é suspensa em Siqueira Campos

De acordo com a secretária municipal de Saúde, Valeriane Guidio Ferreira, não há previsão para retomada da vacinação e município aguarda retorno do governo estadual

Após seis meses de campanha de vacinação contra a Covid-19, pela primeira vez as equipes de Saúde do município de Siqueira Campos suspenderam a aplicação do imunizante. O motivo da decisão está relacionado à falta de vacinas para aplicação da primeira dose. As informações são do radialista Claret Coutinho.

- Advertisement -

A secretária municipal de Saúde, Valeriane Guidio Ferreira, explicou que a retomada da campanha de vacinação agora depende do governo estadual e da chegada de novas doses. “Interrompemos a aplicação das vacinas devido à falta de doses e agora estamos aguardando comunicado da 19ª Regional de Saúde sobre a chegada de novas doses da vacina, porém, não há previsão”, explicou.

- Advertisement -

Valeriane ainda explicou que as equipes de Saúde estão seguindo os protocolos de aplicação e cronograma e, tendo vacinas, estas são aplicadas. “Quando o governo manda as vacinas, a gente realiza a aplicação das doses. É o que estamos fazendo desde o início da campanha, porém, agora não há doses”, pontuou. No momento, as equipes vêm realizando a imunização de pessoas com idade igual ou superior aos 35 anos.

Apesar disso, a secretaria informou que as equipes continuam realizando a aplicação da segunda dose do imunizante que seguiu normalmente nesta segunda-feira (29) para as pessoas que estavam agendadas. “Nós temos algumas doses das vacinas AstraZenica e Coronavac para serem aplicadas as segundas doses. Então, quem já estiver com a aplicação vacinada deve comparecer a unidade de Saúde”, frisou.

No fim da tarde desta segunda-feira (19), a assessoria da prefeitura utilizou as redes sociais para informar a chegada de uma pequena dose de vacina que será utilizada para uma espécie de repescagem. Com isso, profissionais de Saúde fizeram um apelo para que as pessoas com idade acima dos 39 anos que ainda não se vacinaram por algum motivo como, por exemplo, ter tomado à vacina da gripe ou ter se infectado com a Covid-19, ainda não tomaram a vacina contra o coronavirus devem procurar o Posto de Saúde Central, sala da Covid, para receber a aplicação do imunizante entre as 08h00 e às 11h00 e das 13h00 às 16h00.

Ainda de acordo com as informações divulgadas pelas equipes de Saúde, assim que o município receber uma nova dose de imunizantes também será realizada uma repescagem para as pessoas com idade entre os 35 e 38 anos que ainda não receberam o imunizante. O contato será realizado as pessoas que já realizaram o cadastro para receber a vacina.

Números da Covid

De acordo com o último boletim divulgado pela prefeitura sobre o “vacinômetro” no município, ao todo o município já recebeu 19.950 doses da vacina, sendo 9.609 destinadas a aplicação da primeira dose, 2.495 para aplicação da 2ª dose e 1.846 vacinas de dose única. O boletim ainda aponta que 53,9% da população alvo já foi imunizada ao menos com uma dose da vacina.

Entre as vacinas recebidas pelo município, estão as da AstraZeneca (6.815 doses), Butantan (4.647 doses), Jassen (1.845 doses) e Pfizer (1.152 doses).

Já em relação à situação da Covid-19 no município, o boletim informativo divulgado nesta segunda-feira mostra que desde o início da pandemia 4.158 pessoas testaram positivo para doença, das quais 4.038 já receberam alta médica. No momento, 36 casos estão ativos, sendo 33 em isolamento domiciliar e três internados. O coronavírus já tirou a vida de 84 siqueirenses desde o início da pandemia.

Campanha

Em live transmitida no perfil oficial da prefeitura no Facebook nesta segunda-feira, o prefeito Luiz Henrique Germano e seu vice Paulo Leite divulgaram o lançamento de uma nova campanha sob o foco “A pandemia não acabou”. O objetivo é conscientizar a população para não relaxar neste momento e evitar que a cidade volte a registrar aumento no número de casos positivos da doença.

“É uma campanha para que possamos manter a flexibilização atual e os casos controlas, mas para isso, precisamos do apoio de todos siqueirenses fazendo sua parte. Não realizem aglomerações, continuem utilizando máscaras e álcool gel, além de manter o distanciamento”, frisou Paulo Leite.

O vice prefeito também reforço que há um decreto em vigor onde o toque de recolher segue das 23h00 as 05h00 e igrejas, restaurantes, bares e lanchonetes devem respeitar a ocupação máxima de até 30% da capacidade total do local. “Tomamos essas decisões para que nos próximos dias não soframos com um aumento de casos”, explicou Paulo.

Já o prefeito Germano disse que a prefeitura também irá manter a fiscalização e reforçar as ações de orientação. “Temos visto que como o número caiu e a vacinação tem avançado, o pessoal fica mais tranquilo e dá uma relaxada, mas não é bem assim. O vírus é perigoso e tem que tomar muito cuidado, pois têm as questões dos casos graves, internamentos e óbitos, situações que queremos evitar que aconteça. A prefeitura irá manter o regime de fiscalização e também as orientações às pessoas, comerciantes e empresas”, disse.

- Advertisement -

Deixe uma resposta

MAIS NOTÍCIAS