conecte-se conosco


CAUSOU MEDO

Trinta cidades no PR são afetadas por ciclone que trouxe granizo e ventos de até 120 km/h

Publicados

em

Trinta cidades no PR são afetadas por ciclone que trouxe granizo e ventos de até 120 km/h

Boletim da Defesa Civil registra, até o momento, que 3.127 pessoas foram afetadas

O ciclone extratropical que atingiu a região Sul do País na terça-feira (30) causou estragos ao Paraná, onde as rajadas de vento chegaram a até 120 km/h, com chuvas de granizo em diversas cidades. O último boletim da Coordenadoria Estadual da Defesa Civil, publicado às 9h desta quarta-feira (01), mostra que o temporal atingiu 30 municípios e afetou 3.127 pessoas no Estado.

As equipes do Corpo de Bombeiros e dos núcleos municipais de Defesa Civil continuam fazendo os atendimentos, portanto esses números ainda devem sofrer alterações à medida que as ações de resposta continuarem. O próximo boletim será publicado às 12h.

Pelo menos 1,2 milhão de unidades consumidoras da Copel ficaram sem energia elétrica no Estado, quase dois terços delas em Curitiba, Região Metropolitana e no Litoral.


Rajadas

De acordo com o Simepar, para esta quarta-feira não estão previstas rajadas de vento mais fortes que as de ontem. As chuvas se afastam e as rajadas de vento seguem moderadas, ocasionalmente fortes.

Leia Também:  Casal é vítima de assalto a mão armada em Jaguariaíva

Os ventos podem ser mais fortes pela manhã na região Sul, na Região Metropolita de Curitiba e no Litoral, com rajadas entre 50 km/h e 70 km/h. O ciclone extratropical situa-se sobre o mar na altura do Rio Grande do Sul e do Uruguai.

“Os ventos tendem a diminuir gradualmente à medida que esse ciclone se dirija ao oceano, mas população deve acompanhar as informações meteorológicas e alertas da Defesa Civil, tomando sempre o cuidado de consultar as fontes oficiais”, afirma o tenente Marcos Vidal, da Comunicação Social da Defesa Civil Estadual. Ele também ressalta que as pessoas podem receber os alertas da Defesa Civil mandando uma mensagem de texto pelo celular (SMS) com o CEP de sua residência para o número 40199.

Ocorrências

Segundo o boletim da Defesa Civil, 666 casas foram danificadas e 10 pessoas ficaram feridas, uma em Santa Lúcia e nove em Ubiratã. Até às 9h desta quarta, 84 pessoas permaneciam desalojadas e 12 desabrigadas. Muitas árvores caíram sobre vias e residências, causando vários destelhamentos.

Em Foz do Iguaçu e em Nova Prata do Iguaçu, 100 imóveis foram danificados, afetando 800 e 400 pessoas em cada cidade, respectivamente, sendo que em Nova Prata 40 pessoas estão desalojadas. Também há pessoas desalojadas em General Carneiro (30), Contenda (7), Fazenda Rio Grande (4) e Pinhais (3).

Leia Também:  Romaneli visita obras de pavimentação e entrega retroescavadeira em Japira

Os municípios atingidos até agora são Araucária, Bela Vista da Caroba, Candói, Cascavel, Clevelândia, Contenda, Curitiba, Faxinal, Fazenda Rio Grande, Foz do Iguaçu, General Carneiro, Guarapuava, Laranjeiras do Sul, Mandirituba, Maringá, Matinhos, Missal, Nova Prata do Iguaçu, Palmas, Paranaguá, Pinhais, Pinhão, Piraquara, Quatro Barras, Reserva, Salto do Lontra, Santa Lúcia, São José dos Pinhais, Tibagi e Ubiratã.

Frio

Depois do vendaval, a previsão para esta quarta-feira é de muito frio para o Paraná. Ua forte massa de ar polar ingressa no Sul do Brasil e provoca queda nas temperaturas em todas as regiões do Paraná, mostra o Simepar. Há previsão de formação de geadas ao amanhecer em vários setores do Estado e, mesmo com o sol, as temperaturas não se elevam muito.

Fonte Banda B

COMENTE ABAIXO:

Norte Pioneiro

Apenas um município da região tem avaliação satisfatória na transparência sobre ações contra a Covid-19

Publicados

em

Foto: Reprodução/Internet

Levantamento feito pelo Ministério Público ainda aponta que em 13 cidades do Norte Pioneiro a divulgação de informações é considerada insatisfatória

 

DA REDAÇÃO

 

Em quatro meses de pandemia no Paraná, o Governo do Estado já direcionou um investimento de R$ 208 milhões aos municípios para ações de combate a pandemia. Nesse cenário, o Ministério Público lançou um portal de transparência para avaliar se as prefeituras estão prestando informações adequadas quanto a aplicação destes recursos e, no Norte Pioneiro, apenas um município teve suas ações de transparência consideradas satisfatórias, enquanto outros dez são classificados como insatisfatória.

De acordo com o mapa da transparência do MP, apenas a cidade de Bandeirantes foi enquadrada com avaliação satisfatória no Norte Pioneiro. O município de 31,3 mil habitantes recebeu nota 90,5 em relação a qualidade dos dados repassados sobre a aplicação dos recursos e ações de combate a Covid-19.


Já a lista dos municípios que foram classificados com avaliação insatisfatória conta com 13 cidades da região, sendo Guapirama (40,0), Uraí (38,0), Cambará (35,0), Jataizinho (35,0), Santo Antônio da Paraíso (35,0), Jacarezinho (33,0), Nova Fátima (33,0), Figueira (25,0), Figueira (25,0), Congonhinhas (10,0), Pinhalão (8,0), Salto do Itararé (2,5), Itambaracá (0,0), Santa Amélia (0,0). Os demais municípios da região receberam classificação parcialmente satisfatória com relação a transparência na divulgação de dados sobre a Covid-19.

Leia Também:  Romaneli visita obras de pavimentação e entrega retroescavadeira em Japira

O Ministério Público considera a mesorregião do Norte Pioneiro formada por 45 municípios, conforme dados do mapa de planejamento do órgão. “Com essa ferramenta, formatada de maneira bastante clara e objetiva, de modo a ser de fácil leitura por toda a população, a própria sociedade poderá atuar no controle das prestações de contas de suas prefeituras e, a partir disso, cobrar dos seus gestores mais transparência no gerenciamento dos recursos públicos”, afirma o procurador-geral de Justiça Gilberto Giacoia

 

Paraná

Ainda de acordo com o balanço realizado pelo MP, dos 399 municípios do estado apenas 50 foram avaliados com grau de transparência satisfatório em suas ações, o que representa 12,5% do total de cidades do Paraná. As informações e o mapa completo da situação no Estado podem ser acessadas pela população através do endereço eletrônico www.click.mppr.mp.br/data-covid.

 

Repasses

Segundo dados do Portal de Transparência do MP, o Paraná já investiu mais de R$ 211 milhões em ações de combate a pandemia que não envolvem apenas investimentos na área de Saúde e aquisição de equipamentos ou remédios. O levanto aponta que as verbas também estão sendo direcionadas para assistência social a famílias e população carente como no caso da aquisição de alimentos nos programas “Comida Boa” e “Compra Direta Paraná”. A secretária de Estado de Agricultura e Abastecimento utilizou R$ 73 milhões deste montante em suas ações de enfrentamento a pandemia.

Leia Também:  Educação alerta sobre documento falso circulando nas redes sociais

Levando em consideração os dados divulgados sobre a população paranaense em 2019 de acordo com o IBGE, o Paraná conta com aproximadamente 11,43 milhões de habitantes, o que representa que governo do estado e prefeituras tem investido cerca de R$ 18 reais por pessoa em ações de combate a covid-19.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA

Aviso importante: A reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash, etc) do portal não é permitida e, caso se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismos de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria para reproduzir nosso conteúdo, entre em contato por e-mail. Copyright © 2020