conecte-se conosco


RECUPERAÇÃO

Turismo tem retomada gradual e setor acredita em recuperação plena em 2021

Publicados

em

Foto: Ilustrativa - Reprodução/Internet

Os resultados da segunda edição da Sondagem dos Impactos da Covid-19 desenvolvida em parceria entre a Paraná Turismo e o Conselho Paranaense de Turismo (Cepatur) mostram que o setor de turismo está retornando as atividades de forma gradual e que o empresariado do Estado acredita em uma retomada plena das somente em 2021. Os dados foram coletados no período de 4 a 16 de setembro.

O período pandêmico afeta diretamente a intenção de viagem do turista em potencial e, consequentemente, o setor do turismo. Diante desse cenário, o retorno das atividades turísticas depende não somente do respeito a protocolos sanitários, mas também de como será o comportamento do turista, o que afeta diretamente os empreendimentos.

Cerca de 70% dos 1.050 empresários do setor do turismo que responderam à pesquisa acreditam que a retomada em um ritmo mais forte não é esperada em 2020. Ainda de acordo com a sondagem, apenas 18% dos hotéis do Paraná tiveram mais do que 40% de ocupação em setembro, o que demonstra que o movimento de turistas no Estado ainda é tímido, mas que dá algumas demonstrações de recuperação.

Outro dado que demonstra os impactos da pandemia no turismo é que 65% das empresas do setor demitiram pelo menos uma pessoa no período e que menos de 6% fizeram contratações. A previsão de empresários é que as reposições de vagas de trabalho devam acontecer somente entre janeiro e fevereiro.

A pesquisa nasceu ainda entre os meses de março e abril, com a intenção de entender as necessidades do empresário e a visão do turista nos momentos iniciais da pandemia, além de ter servido como embasamento para o Projeto de Retomada do Turismo no Paraná. A segunda edição da sondagem, com dados coletados de 4 a 16 de setembro, foi feita por uma necessidade de reavaliação dos resultados da primeira edição.

Leia Também:  Folha Extra cancela debate entre candidatos a prefeito; leia comunicado

 

GRADUAL

De acordo com a diretora técnica da Paraná Turismo, Isabella Tioqueta, o que se pode perceber a partir dos dados da segunda avaliação é que o setor do turismo está, sim, retornando de forma gradual.

Esse indicativo é corroborado, inclusive, com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que aponta aumento de 28% nas atividades turísticas na comparação entre os meses de julho e agosto. “Um dado importante da nossa pesquisa é o de entender que essa necessidade [de o turista se deslocar] vem de alguns segmentos prioritários que buscam a não aglomeração, como turismo de aventura, ecoturismo e turismo rural, que são segmentos trabalhados essencialmente ao ar livre”, explicou Isabella.

A diretora técnica esclareceu, ainda, o motivo de ter sido feita uma segunda etapa da sondagem. “Foi feita uma reavaliação dessa pesquisa principalmente buscando entender qual é a atual visão do turista e da população paranaense e também qual é a situação que os empresários do setor do turismo vêm passando nesse momento”.

Leia Também:  Abertura das inscrições para o PSS é adiada para quarta-feira

 

GUIAS

A Paraná Turismo lançou também os resultados da Sondagem dos Impactos da Covid-19 com os guias de turismo, que foi feita durante o mês de setembro. Assim como na sondagem feita com os empresários, a maioria dos 140 guias (41%) respondentes também acredita que as atividades turísticas só devem retornar plenamente somente a partir do segundo semestre de 2021.

A pesquisa apontou também que entre os guias respondentes, 32% conseguiram se manter operacionais após o decreto de pandemia pela Organização Mundial da Saúde (OMS), em março.

Com relação às medidas governamentais mais relevantes para a minimização da crise provocada pela pandemia, 23% acreditam que a principal delas seja a promoção de campanhas publicitárias para incentivar o turismo, enquanto que 17% acreditam que a principal medida seja a disponibilização de auxílio financeiro para capital de giro.

Esses dados refletem outra informação apontada pela pesquisa, a de que 57% dos guias responderam que necessitam de crédito durante o período de pandemia. Até por conta dessa necessidade, 22% tiveram que adotar o corte de custos como principal medida de mitigação dos impactos da pandemia, enquanto que 18% passaram a trabalhar com remarcações ou adiamento de serviços.

Os dados completos das sondagens dos impactos da Covid-19 no empresariado e nos guias de turismo podem ser solicitados pelo e-mail [email protected].

 

VIA: AEN.

COMENTE ABAIXO:

Campos Gerais

Jaguariaíva reforça medidas de combate a Covid-19 após crescimento de novos casos

Publicados

em

Foto. Divulgação.

A prefeitura de Jaguariaíva irá adotar novos protocolos de prevenção a Covid-19 após novos casos serem registrados nos últimos dias e indicarem uma nova crescente no número de diagnósticos. Apenas na última sexta-feira (20) 17 pessoas tiveram a doença confirmada.

Na manhã do último sábado (21), o secretário municipal de Saúde, Márcio Martins de Carvalho, concedeu entrevista a Rádio Cidade FM onde confirmou que a prefeitura trabalha para conter um novo avanço da doença.

Entre as novas medidas anunciadas, está à proibição de reuniões com mais de dez pessoas, independente do local ou se em festas, encontros ou churrascos. O secretário aproveitou a oportunidade para pedir apoio a população para que realize denúncias caso estas situações sejam constatadas. As informações podem ser repassadas através dos números (43) 99164-4431 ou diretamente a Polícia Militar através do 190. A identidade dos denunciantes será preservada.

O secretário também explicou que a concentração de mais de dez pessoas em um mesmo estabelecimento segue permitida em igrejas, bares e restaurantes desde que cumpridas as medidas de prevenção e distanciamento social de ao menos 2 metros entre as mesas.

Durante a entrevista, Márcio ainda fez um alerta de que a população e comerciantes tem relaxado em relação às medidas de prevenção a doença. Pouco depois, uma ouvinte entrou em contato com a rádio e, ao vivo, fez uma denúncia sobre um caminhão de som que circulava pela cidade com aproximadamente 15 pessoas. A denúncia foi repassada a equipe da Vigilância Sanitária que tomou as medidas cabíveis ao caso.

Leia Também:  Abertura das inscrições para o PSS é adiada para quarta-feira

Carvalho ainda reforçou a importância de que as pessoas utilizem álcool gel e máscaras, além de ressaltar o quanto o distanciamento social contribui para reduzir o número de casos. Ele também frisou que o aumento do número de casos pode levar a prefeitura a aderir medidas mais drásticas, como um novo fechamento do comércio e por isso se faz tão importante a colaboração de todos.

 

Painel

Nesta segunda-feira (23), o painel de monitoramento da Covid-19 disponível no site da prefeitura mostrava 490 casos confirmados da doença desde o início da pandemia, dos quais 431 receberam alta médica, 11 vieram a óbito e 48 seguem ativos em acompanhamento. Um fator que vem preocupando as autoridades de Saúde do município é que o número de casos suspeitos também está alto somando 82 pessoas, o que pode aumentar o número de diagnósticos e pacientes ativos nos próximos dias

 

Informações: Folha Paranaense.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA

Aviso importante: A reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash, etc) do portal não é permitida e, caso se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismos de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria para reproduzir nosso conteúdo, entre em contato por e-mail. Copyright © 2020