Colunas

Abelardo Lupion deve assumir a Secretaria de Infraestrutura

(Foto: Reprodução/Internet)

A governadora Cida Borghetti (PP) vai anunciar novos secretários. Na Secretaria de Infraestrutura e Logística (SEIL), antes ocupada por Pepe Richa, deve ir o atual presidente da Cohapar, Abelardo Lupion, pai do atual líder de Cida, Pedro Lupion. O nome do novo comandante da Cohapar ainda está indefinido. Mas a pasta deve ficar com o DEM, provavelmente para aliados ligados ao deputado estadual Nelson Justus e ao deputado federal Osmar Bertoldi.

 

Universitários visitam o TRE-PR

Nesta terça-feira (10), o Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR) recebeu estudantes de diversas universidades de Curitiba. Durante a visita, organizada pela Escola Judiciária Eleitoral do Paraná (EJE-PR), os alunos do curso de Direito conheceram o Espaço Cultural Desembargador Eros Nascimento Gradowski, assistiram a uma palestra do servidor Rogério Carlos Born sobre Direito Eleitoral e presenciaram os julgamentos da sessão que ocorreu no dia, após receberem orientações sobre o funcionamento de uma sessão.

A EJE-PR promove visitas de estudantes do Ensino Fundamental ao Superior, visando alcançar seu objetivo de contribuir para a formação de uma cultura de cidadania.

 

Comissão do Senado aprova saque do FGTS para empregado que pedir demissão

A Comissão de Assuntos Sociais (CAS) do Senado aprovou na quarta-feira (11) um projeto que altera a legislação para permitir que o trabalhador possa sacar o saldo do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) caso peça demissão.

Atualmente, nessa hipótese, o trabalhador não pode movimentar a conta a ele vinculada no FGTS, a não ser que haja acordo entre empregado e empregador, o que permite saque de até 80% do saldo.

O projeto foi aprovado em caráter terminativo pela CAS, ou seja, se não houver recurso para análise do plenário do Senado, a proposta seguirá diretamente para análise da Câmara dos Deputados.

Para entrar em vigor, a possibilidade precisa ser aprovada por Senado e Câmara e, depois, ser sancionada pela Presidência da República.

 

PT faz vaquinha virtual para cobrir custos de acampamento pró-Lula

O PT decidiu lançar uma vaquinha virtual para ajudar a cobrir os custos do acampamento montado para abrigar apoiadores do ex-presidente Lula em Curitiba. Dirigentes petistas se preocupam em garantir a continuidade das mobilizações pró-Lula. Avaliam que os atos na capital paranaense têm sido até melhor que o esperado, mas sabem que, com o passar do tempo, a tendência é a poeira baixar.

Para evitar o arrefecimento da militância, o PT e as frentes de movimentos sociais programaram atos até o dia 1º de maio. Mesmo assim, há apreensão com o derretimento da adesão às manifestações.