Norte Pioneiro

Acusado de matar ex-mulher em Quatiguá é ouvido pela Justiça

Luciane Rita, de 30 anos, foi agredida e asfixiada; corpo foi encontrado carbonizado dentro do próprio carro da vítima
(Foto: Divulgação)

O professor de capoeira Adelmo Cordasco Prado, 27 anos, assassino confesso de sua ex-mulher, Luciane Rita, 30 anos, na tarde de domingo (7), em Guapirama, foi ouvido na segunda-feira (8) pela Justiça durante audiência de custódia.

Adelmo confessou aos policiais militares que foi até a casa de sua ex-mulher no domingo para buscar alguns objetos pessoais e que saiu em seguida com Luciane em seu carro para conversarem. Já na zona rural de Guapirama, segundo relatou aos PMs, ele a espancou e asfixiou-a, colocando seu corpo no banco de trás do veículo, que foi incendiado na sequência.

Ele disse ainda que o carro ficou com a ex-mulher na partilha dos bens após a separação do casal. Adelmo concluiu seu depoimento dizendo que ligou para a atual companheira pedindo a ela para buscá-lo no local do crime, distante 20 quilômetros de Quatiguá, cidade dos envolvidos no feminicídio.

Conforme a PM, Adelmo e Luciane estavam separados havia dois meses. A vítima tinha três filhos, dois deles com o assassino confesso.