Entretenimento

Aos 92 anos, morre a atriz Beatriz Segall, a famosa "Odete Roitman"

(Foto: Divulgação)

A atriz Beatriz Segall estava internada em estado grave em São Paulo há pouco mais de duas semanas, e aos 92 anos, acaba de falecer. Ela sofreu com uma crise respiratória recentemente e foi parar no hospital após uma queda em seu apartamento.

“Ela está no hospital há pouco mais de uma semana, e está sendo bem tratada”, havia declarado seu secretário, Adilson Ricardo, na época. Não foram emitidos pela assessoria de imprensa do Hospital Albert Einstein boletins sobre seu quadro clínico.

A família da artista preferiu manter sob sigilo as informações sobre o seu estado de saúde até então, mesmo depois que ela recebeu alta hospitalar, no último dia 21. De acordo com uma fonte do TV Foco, todavia, a atriz acabou não resistindo.

Atualmente, a novela Vale Tudo está sendo reprisada pelo canal Viva em comemoração aos seus 30 anos e a atriz pode ser vista na pele da vilã Odete Roitman.

 

Personagem Icônica

Conhecida por interpretar Odete Roitmann, grande vilã de “Vale Tudo” novela de Gilberto Braga exibida em 1988, Beatriz Segall diz que ganhava pouco na época – se comparada com outras colegas que faziam protagonistas -, e ainda revela que sofria implicância e perseguição.

Uma questão inevitável, para quem se aproxima dela, é investigar até que ponto Beatriz e Odete são a mesma pessoa. A atriz não consegue disfarçar o desconforto quando se faz a associação entre ela e a personagem. “Sempre enfrentei no teatro e na TV uma implicância muito grande porque achavam que eu era rica, não precisava trabalhar, estava ali tirando o lugar de outros atores. Isso é um absurdo, porque você não trabalha apenas porque precisa, é um direito previsto na Constituição”. Foi muito traumático, diz ela, “horrível, horroroso”. “Havia uma verdadeira perseguição”, disse em entrevista a revista Joyce Pascowitch.

Com 60 anos de carreira, Beatriz Segall tem uma trajetória profissional composta por muitos sucessos, mas a atriz pagou o preço de ser uma das vilãs mais lembradas da teledramaturgia brasileira. “Você sabia que naquela época houve um movimento entre os atores para aumentar o salário de quem fazia papel de mau? Argumentava-se que eles não eram chamados para fazer comercial. Comercial dava muito dinheiro”. Imagina-se que uma atriz principal da novela que detinha 80% da audiência no horário nobre, como Beatriz, recebia um bom salário, mas não era bem assim. “Quando fiz ‘Vale Tudo’, ganhava muito pouco, R$ 40 mil, enquanto as outras [protagonistas] recebiam R$ 80 mil”, revela a artista.

 

Fonte: TV Foco