Colunas

Atlético dá volta por cima e tem melhor ataque e segunda campanha no returno

(Foto: Albari Rosa Gazeta do Povo)

O Atlético assumiu o posto de segunda melhor campanha do segundo turno do Campeonato Brasileiro. Após a vitória sobre o Paraná Clube, por 3 a 0, no domingo (23), o time chegou a 33 pontos na tabela, a seis da zona de rebaixamento. Considerando a disputa do returno, o Furacão só fica atrás do Palmeiras, atualmente vice-líder. São 12 pontos conquistados em sete jogos, com quatro vitórias e três derrotas um desempenho de 57.14%.

Como comparação, o Rubro-Negro terminou o primeiro turno do Campeonato Brasileiro na 18ª posição, com 18 pontos, sendo quatro vitórias, seis empates e oito derrotas (o jogo contra o Vasco foi disputado no decorrer do segundo turno).

 

Substituto de Uillian Correia, Vitor Carvalho ganha elogios de Argel no Coritiba

Com Uillian Correia suspenso, o técnico Argel Fucks indicou que Vitor Carvalho será seu substituto na partida contra o Avaí no sábado (29), pela Série B. O treinador elogiou a atuação e as características do volante.

No empate diante do CRB na última sexta-feira (21), em Maceió, o meio-campista entrou durante a segunda etapa na vaga de Escobar, que sentiu dores musculares e virou dúvida para o final de semana. Após a partida, o comandante alviverde comentou sobre seu desempenho.

“Tivemos as nossas impressões. Gostei muito da sua entrada. E ele joga muita bola”, exaltou.

 

Paraná Clube planeja "mudanças radicais" no time para voltar a vencer no Brasileirão

Claudinei Oliveira sofre para encontrar uma solução para o Paraná nesta reta final do Brasileirão. O time é o lanterna com 16 pontos, tem 99% de risco de rebaixamento e não vence desde o 1 a 0 sobre o América-MG, em julho, pela 14ª rodada. Nesse cenário, o treinador já cogita "mudanças mais radicais".

Claudinei já será forçado a mexer na defesa. Rayan e René Santos estão suspensos pelo acúmulo de cartões amarelos. Cleber Reis e Jesiel devem substituí-los. O técnico cogita outras mudanças. Ele, inclusive, elogiou a entrada de Deivid e falou sobre promover alterações com base no momento de cada jogador.

 

Após cinco milagres, goleiro do Operário recusa apelido de São Simão

O goleiro do Operário, Simão, brilhou no fim de semana. Ele realizou cinco defesas difíceis na vitória por 1 a 0 sobre o Cuiabá e virou o herói do Fantasma na finalíssima da Série C. Nas redes sociais, ele virou o "São Simão". O goleiro aprovou a brincadeira, mas recusou aderir o apelido.

“Sou mais abençoado por Deus do que propriamente São Simão, que deixo para o torcedor, que gosta dessas coisas. Claro que é legal, é muito gostoso, mas traz uma responsabilidade grande de você defender um clube dessa grandeza, que é o Operário. Então, deixo para a torcida”, comenta.