Colunas

Atlético-PR fecha 2017 com apenas 36% de pratas da casa no profissional

Atlético-PR fecha 2017 com apenas 36% de pratas da casa no profissional

 

O Atlético-PR está em alta nas categorias de base. O time de Marcão bateu o Coritiba e conquistou o Campeonato Paranaense sub-17. E a equipe de Evandro Fornari fará o Atletiba na decisão do sub-15. Vale destacar que o clube caiu logo na segunda fase do estadual sub-19 por ter escalado Julio Romão de forma irregular.

Em alta na base, o Atlético-PR não teve o mesmo destaque com os jovens no profissional. O número fica abaixo da meta estipulada pela diretoria rubro-negra no início de 2016. O objetivo era que o plantel fosse sempre formado por no mínimo 50% de pratas da casa.

 

 

 

Fim de contrato reduz elenco do Coritiba para 18 jogadores disponíveis

 

A gestão do Coritiba de 2018 estará aberta para a montagem de um time novo, a contar pelo números de jogadores que deixam o clube no fim do ano. Entre os 41 atletas profissionais que o Coritiba possui, 22 deles encerram seu contrato neste ano.

Por opção da atual gestão do Coritiba, que conclui os trabalhos em 2017, houve o interesse em renovar com até quatro jogadores considerados essenciais, mas, até agora, apenas o volante João Paulo apareceu com o contrato renovado. O restante dos 20 nomes de atletas não foram procurados. A intenção, segundo o presidente Rogério Bacellar, é deixar a nova diretoria, que assume em janeiro, à vontade para montar o novo grupo.

 

 

 

Paraná trabalha com mais três nomes para técnico

 

A diretoria do Paraná Clube não espera uma negociação fácil para que Wagner Lopes volte a ser o técnico do time em 2018. Com a saída de Matheus Costa oficializada, o nome do treinador é o mais cotado para assumir o cargo.

Segundo o diretor de futebol do Tricolor, Rodrigo Pastana, Wagner Lopes tem outras propostas do Japão, o que dificulta um possível acerto. Por isso, o dirigente informou que o clube trabalha com outros dois nomes, ambos não revelados.

 

 

 

Dirceu acredita em Londrina mais forte para 2018: "Responsabilidade grande"

 

O zagueiro Dirceu acredita em um Londrina entrando forte em 2018. Após encerrar a temporada com o título da Primeira Liga e mais uma vez ficando perto do acesso à Série A do Brasileiro, o jogador espera o Tubarão buscando novas conquistas no próximo ano.

“Pela qualidade dos jogadores, disposição, estímulo da comissão técnica e ambição de todos, posso garantir que teremos uma equipe muito forte para o estadual. A responsabilidade é grande de seguir fazendo bons trabalhos, pois o clube nos oferece tudo o que precisamos para trabalhar no mais alto nível. É isso que buscaremos para que 2018 seja o ano do tão sonhado acesso” comentou Dirceu.

O zagueiro é mais um nome importante do Londrina que continuará em 2018. Com uma história de identificação com o clube, ele renovou o vínculo com o Tubarão por mais dois anos.