Política

Câmara de vereadores de Pinhalão desenvolve projeto “Parlamento Jovem”

Intuito da Casa de Leis é promover interação entre a câmara e os alunos, levando aos estudantes o conhecimento de como é o processo eleitoral e o trabalho legislativo
Visita dos alunos da Escola Anita Alves Meyer à Casa de Leis (Foto: Divulgação )

A câmara de vereadores de Pinhalão recebeu um convite do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná para participar do projeto “Parlamento Jovem”. A iniciativa, voltada aos estudantes do Ensino Fundamental e Médio, prevê a eleição de jovens entre as escolas parceiras da atividade, diplomação e realização de sessões plenárias simuladas, conforme um cronograma de atividades.

O intuito principal da Casa, ao aceitar o convite da comarca, foi promover interação entre a câmara e os alunos, levando aos estudantes o conhecimento de como é o trabalho legislativo de todo processo eleitoral, quando são feitas as convenções, filiações partidárias, o pleito e a eleição.

O projeto teve início no município, durante uma sessão extraordinária realizada na última semana, onde os alunos da Escola Anita Alves Meyer já começaram a conhecer a rotina dos vereadores, como conta o secretário Luiz Eduardo Vanzelli (PSD), escolhido pelo presidente Anderson Cezar Lemes, o Andinho (PMDB), para acompanhar o desenvolvimento do projeto.

 

“As crianças estão participando de todo processo, elas escolhem um partido fictício, se filiam, participam das convenções, posteriormente os que querem se lançam como candidatos, após isso é feito o registro da candidatura, tem o pleito da campanha e depois a eleição, tudo acompanhado pela Justiça Eleitoral, além disso, são emitidos os títulos de eleitores e, na sequência, será feito a eleição com mesários e urna eletrônica e, por último, a diplomação desses jovens”, explica o vereador.

Além de todo processo, haverá trabalhos mirins de conscientização política.

Na última sessão extraordinária, também houve votação de projetos reais que precisavam ser aprovados, de uma forma mais explicativa, a cada momento da votação os parlamentares explicaram aos alunos o que estava acontecendo e o porquê daquele processo.

“Está sendo uma experiência muito legal e interessante, nos dias de hoje a política está em descrédito, e poder levar para aos alunos um pouco da importância do envolvimento e da consciência deles na política é muito importante, o projeto tem muito pela frente e a nossa câmara está bem atuante”, frisou o Andinho.

As instituições de ensino participantes são as escolas Rosa Maria de Carvalho, Anita Alves Meyer, Castro Alves e os colégios Leonardo Francisco Nogueira e Rodolfo Inácio Pereira.