Colunas

Coluna ADI-PR - Terça-feira 16 de Abril

Policiais federais

 

O presidente Jair Bolsonaro convocou mais de mil policiais federais aprovados em concurso no ano passado. “Vamos compor gradativamente o quadro de inteligência, como no trabalho da Lava-Jato (combate à corrupção) e outros serviços de segurança nacional dentro do orçamento possível destes primeiros 100 dias de mandato”, escreveu Bolsonaro em sua conta no Twitter.

 

Maria Antonia

 

Nasceu nesta sexta-feira, 12, em Curitiba, Maria Antonia, filha da deputada Maria Victória (PP) e do advogado Diego Campos. É a primeira neta da ex-governadora Cida Borghetti. Maria Victória ficará licenciada do mandato por 180 dias, e quem assume a cadeira neste período é o primeiro suplente Élio Rush (DEM), que volta à Assembleia depois de ter sido eleito titular por sete mandatos consecutivos.

 

Recorde de produção

 

O ano de 2018 foi recorde de produção de carne bovina no Paraná. De acordo com o IBGE, o Estado produziu quase 350 mil toneladas da proteína vermelha, incremento de 12% frente ao ano anterior, em volume e no número de abates, que totalizou 1.441.473 cabeças. A quantidade de carne produzida representa quase 11 mil toneladas a mais que o recorde anterior, de 2010, que apresentou 338,5 mil toneladas.

 

Desafios

 

O engenheiro agrônomo e professor Xico Graziano participa do ciclo de palestras organizado pela Faep sobre os desafios do agronegócio nas cidades de Cascavel (22), Toledo (23), Umuarama (24), Maringá (25) e Campo Mourão (26). Nas palestras, um dos principais pontos defendidos por Graziano é a necessidade de evolução constante – de olho na revolução tecnológica. Tudo isso, de olho na organização do setor – por meio de entidades, como cooperativas, associações e sindicatos – e com um processo de renovação constante.

 

Fomento Paraná

 

A Fiep passou a oferecer crédito de R$ 20 mil a R$1,5 milhão da Fomento Paraná para micro, pequenas e médias empresas. “É uma cooperação que gera uma grande oportunidade para que os industriais conseguir acesso a essas linhas de crédito”, disse o presidente da Fiep, Edson Campagnolo. As taxas de juro de mercado, apesar de a taxa Selic estar baixa, ainda estão elevadas. “Quando você tem linha de crédito específica com Fomento, o empreendedor passa a ter acesso a uma taxa de juros e prazos mais alongados, especialmente naquilo que se refere a investimentos”, disse.

 

Finalista

 

O aplicativo “Agora é Lei no Paraná” da Assembleia Legislativa é finalista de premiação nacional. A ferramenta que reúne mais de 270 leis estaduais é um dos 10 selecionados para o 8º Redes WeGov!. “É mais uma demonstração de que o nosso projeto de comunicação está no caminho certo. Esse aplicativo faz parte de um amplo processo de reestruturação iniciado há quatro anos. São iniciativas que estão servindo de modelo para o país”, diz o presidente do legislativo, deputado Ademar Traiano (PSDB).

 

Visitas íntimas

 

O deputado Soldado Adriano José (PV) apresentou projeto de lei que proíbe visitas íntimas nas penitenciárias paranaenses. Segundo o deputado, a iniciativa não decorre somente pelo descontentamento da sociedade com essa situação, mas, principalmente, como medida de segurança. Ele afirma que, muitas vezes os momentos das visitas íntimas são utilizadas pelas facções criminosas para troca de informações, planejar rebeliões, e que até mesmo os presidiários utilizam essas ocasiões para deflagrá-las.

 

BRDE financia

 

O BRDE é um dos agentes financiadores do programa Trator Solidário. A meta é financiar até 1000 tratores, 30 colhedoras e 150 pulverizadores. O programa é destinado a pequenos produtores com propriedades com até 75 hectares e renda bruta anual de até R$ 415 mil. O agricultor interessado em adquirir máquinas e implementos deve procurar a unidade da Emater.

 

Congresso aprovado

 

A aprovação do Congresso Nacional (Câmara dos Deputados e Senado) aumentou e atingiu um quinto da população (22%), segundo pesquisa Datafolha divulgada neste final de semana. Em abril de 2015, só 11% tinham avaliação boa ou ótima do Congresso. Em 2007, eram 16%. A aprovação é maior entre evangélicos pentecostais (31%), moradores da região Sul (27%), partidários do PSL (53%) e entre quem avalia o governo de Jair Bolsonaro (PSL) como ótimo ou bom (41%).