Cidades

Com direito a gol nos últimos segundos, Império empata, mas perde para Master na decisão dos pênaltis

(Foto: Gilmara Silva/Folha Extra)

Gols não faltaram na final da Copa Unopar, entre as equipes Master e Império realizada no último sábado (22). Ao todo foram dez chutes que balançaram as redes e emocionaram as torcidas que compareceram em peso para prestigiar a decisão.

Logo no inicio da disputa, Master abriu o placar, no entanto, faltando pouco mais de 3 minutos para encerrar o primeiro tempo, Império empatou. Já no segundo tempo, Master fez seu segundo gol e aos 16 minutos ampliou a vantagem para dois gols.

Aos 14 minutos, Império diminuiu a vantagem marcando seu segundo gol, mas pouco tempo depois Master marcou o quarto. Depois de lances habilidosos e precisos, o placar ficou igual para as duas equipes, 4x4.

A partida se encaminhou para os pênaltis nos últimos segundos. Master marcou seu quinto gol aos 46 segundos, logo alterou a escalação do time para uma entrada mais defensiva, contudo, a mudança não surtiu efeito e o Império empatou, faltando apenas 19 segundos para o apito final.

Império levou a partida aos pênaltis faltando apenas 19 segundos

 

Pênaltis

A disputa dos pênaltis também foi acirrada e a vez dos goleiros “fecharem o gol”. Os primeiros jogadores erraram a primeira cobrança. No segundo, Master fez e o goleiro da equipe, que saía na frente do placar, defendeu. Já no terceiro chute, os dois times marcaram, sagrando-se campeã a equipe do Master.

O técnico Tadeu Reis parabenizou a equipe pelo resultado e agradeceu o apoio dos torcedores durante as disputas do campeonato. “Formamos um baita de um time, eles estão de parabéns pelo resultado e pela festa bonita que eles fizeram com essa torcida. Ano que vem eu acredito que não estarei à frente da equipe, mas o time vai continuar e eu vou colaborar de outra forma”, ressaltou o técnico.

Um dos destaques da partida foi o jogador David, da equipe do Master. O camisa 10 não só se sobressaiu durante a partida, como também não se intimidou na decisão dos pênaltis e balançou a rede.

“Tudo isso é fruto de um trabalho fenomenal que essa família faz durante o ano, então nada mais legal e gratificante que se consagrar com o título que essa torcida merece, pois essa vitória não é nossa, é deles. Para mim é uma honra muito grande participar dessa equipe, é o segundo ano que estou fazendo parte do time e isso é muito bom, me faz crescer como jogador e como pessoa, fico feliz em participar dessa campanha que refletiu no título de campeão”, comemora.