Política Regional

Companhia chinesa de energia fotovoltaica pode se instalar em Andirá

Sueli Nardoni, secretária de Desenvolvimento Econômico e Turismo do município, esteve reunida com o governador Beto Richa e investidores chineses para discutir o projeto que pode gerar mais empregos e renda para o município
Reunião entre o governador Beto Richa, a secretária Sueli e os investidores chineses na última semana

Desde o início do ano passado a Prefeitura de Andirá mobiliza estratégias para atrair empresas, fortalecer a imagem da cidade e buscar alternativas de geração de emprego e renda. A reestruturação da ótica de planejamento estratégico das políticas de desenvolvimento econômico, a instalação da Sala do Empreendedor – que funciona, inclusive, dentro da Prefeitura, com incentivo ao fomento de novas empresas -, as capacitações empresariais junto a importante parceria com o Sebrae, a organização dos conselhos voltados a área de desenvolvimento econômico e turismo, as leis de fomento de apoio e a disponibilização de terrenos para atrair empresas e gerar postos de trabalho, entre outras ações,  têm sido as metas principais da Prefeitura para sanar o déficit que há muitos anos assola a população.

Na última semana, em Curitiba, a Secretária de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Sueli Nardoni, avançou mais um pouco nas conversações e mobilizações junto a uma importante empresa interessada em se instalar em Andirá, voltada a produção de energia fotovoltaica. Ela esteve em encontro com o Governador Beto Richa; com a representante da Companhia Aeroespacial Chinesa, Flora Wei; o presidente da FAAD Consultoria e Planejamento, Fernando Augusto Filho; o prefeito de Palmeira, nos Campos gerais, Edir Havrechaki  (PSC) – comunidade onde já estão instalando três usinas fotovoltaicas (gerada através dos raios solares) -, além de outras autoridades políticas e empresariais. Andirá é o próximo município em que a empresa articula a possibilidade de instalação.

No Palácio do Iguaçu, a Secretária levou aos financiadores chineses e aos representantes brasileiros, o potencial econômico e de mercado de Andirá, sua estrutura logística e ótima localização, além do interesse da cidade no apoio à instalação de empresas. Ela ressaltou, em nome da Prefeita, Ione Abib (MDB), que Andirá vivencia um momento de estruturação e busca pelo crescimento. O Paraná será o primeiro do Brasil a abrigar o modelo de consórcio de empresas e Mini Geração Distribuída, onde cada pessoa pode produzir sua própria energia. As usinas aproveitarão a luz solar para converter em energia elétrica a ser comercializada com empresas interessadas, distribuída pela Copel. Durante o encontro, Richa destacou a importância de incentivar esse modelo energético para o meio ambiente e para suprir a demanda crescente de energia. “É um empreendimento que vai trazer desenvolvimento ao município, que resultará em mais emprego e renda e, principalmente, na geração de energia limpa e sustentável”, disse.

O Grupo conta com empresários investidores chineses e alemães intermediados pela FAAD Consultoria e Planejamento. A representante da Companhia Aeroespacial Chinesa, Flora Wei, destacou a relevante parceria com a FAAD e com o Estado, para esse primeiro projeto no Paraná. “Estou muito feliz com essa parceria, de poder dar continuidade aos investimentos em energia limpa no Estado”. A prefeita esteve em dois encontros com os representantes da FAAD no ano passado e também levou o interesse de Andirá em sediar a segunda unidade da empresa de energia no estado.

Já em visita ao município, o grupo manifestou o interesse da empresa na cidade e se reuniu com empresários, representantes do Poder Executivo e Legislativo, demonstrando o potencial de desenvolvimento econômico e geração de emprego e renda.

Sueli enalteceu que o encontro, na capital, foi muito importante para avançar ainda mais na afirmativa de que Andirá está de braços abertos para receber investimentos. “Pelo que vimos na instalação de Palmeira, o potencial econômico é muito significativo. Temos que viabilizar apoio às empresas interessadas em nossa cidade. Precisamos unir as forças, para poder gerar emprego e voltar a ampliar a nossa economia, por que o nosso povo tem pressa e a nossa cidade já perdeu muito”, destacou ela. “A Prefeita Ione está acompanhando cada passo, intervindo no apoio, mobilizando as estruturas políticas, na expectativa. A meta que a Prefeita busca é a geração de emprego e colocar Andirá, novamente, nos trilhos do desenvolvimento econômico regional”, concluiu.