Geral

Consumidores estão mais “responsáveis” para compras do Dia dos Pais

Pesquisa da Folha Extra apontou que filhos pretendem usar bem o dinheiro e economizar. Confira também algumas dicas na hora de comprar
(Foto: Folha Extra)

No próximo domingo (12) será comemorado o Dia dos Pais. Nesta data, a grande maioria dos filhos e filhas se dirigem as lojas para comprar um presente para uma das pessoas mais especiais em suas vidas, o pai.

Apesar do que este homem representa na vida de uma pessoa, é importante que os consumidores estejam atentos ao seu orçamento para que, após a comemoração dos Dia Dos pais, a conta não se torne uma tristeza.

Com os tempos de crise, os consumidores estão mais responsáveis com relação aos seus gastos. Em uma breve pesquisa realizada pela Folha Extra por meio das redes sociais, 80% dos entrevistados responderam que pretendem gastar até R$ 50 na hora de comprar um presente, enquanto apenas 20% mostrou a intenção de gastar até R$ 100 ou mais.

Além disso, a pesquisa ainda revela que o foco principal dos presentes está voltado a roupas como camisas e bermudas. Os perfumes vem logo em seguida na preferência dos filhos na hora de presentear os pais.

Especialistas em economia orientam que, na hora de realizar as compras, os filhos analisem seu orçamento e busquem homenagear seus pais de uma maneira que caiba em seu bolso, principalmente em casos que os presentes escolhidos sejam de um valor que tenha que ser parcelado no cartão de crédito.

Nessas condições, o ideal é que, antes de fechar a compra, as pessoas calculem por quanto tempo esta parcela estará em seu orçamento para que não haja o efeito bola de neve. Outro ponto importante é observar se o valor pago não irá consumir verbas de outros orçamentos, como o doméstico.

 

Compras pela internet

Com a vida cada vez mais corrida e, ainda, na busca por novidades e tendências, muitas pessoas optam por utilizar a internet na hora de realizar compras. Porém, é importante que os consumidores tomem alguns cuidados antes de adquirir produtos em ambientes virtuais para não cair em golpes.

Nesses casos, a dica é que os consumidores busquem realizar suas compras em sites de empresas mais conhecidas e, também, procurar verificar os dados como CNPJ e reputação do vendedor junto ao site. Outro ponto importante é buscar realizar o pagamento com o cartão de crédito no lugar do débito, pois, em caso de uma fraude, será mais fácil para o banco ou operadora sustar o pagamento.