Colunas

Corinthians negocia para contratar atacante Mosquito, do Coritiba

O destino do atacante Mosquito, 20 anos, pode ser o Corinthians. Em uma nota publicada pelo Coritiba em seu site oficial, o clube afirma que a equipe paulista já enviou ofício à diretoria alviverde informando estar em negociações e prestes a oferecer pré-contrato ao atleta. Mosquito tem contrato com o Coritiba até setembro deste ano. Ele já pode assinar um pré-contrato com outro time.

Revelado pela categoria de base do Coritiba, artilheiro do Brasileiro sub-20 de 2017, o jogador vive um litígio judicial depois de uma tentativa frustrada de renovação. O Coritiba tenta desde o início do ano fazer um novo contrato, mas representantes do atleta não aceitaram as propostas. O clube entende que elas devem ser altas para proteger o investimento. Do outro, os representantes acreditam que elas não podem alcançar altas cifras e, dessa forma, impedirem negociações futuras.

 

Em branco nas últimas duas rodadas, ataque do Atlético tem números discretos

O Atlético completou 180 minutos sem marcar no Campeonato Brasileiro, no 0 a 0 contra o Bahia, no último domingo (29). Além de Bahia, o time também não marcou contra o Grêmio, na penúltima rodada. A falta de gols é um efeito direto dos números discretos dos atacantes sob comando de Fernando Diniz, que marcaram cinco gols até agora.

A tentativa de reencontrar o rumo das redes será diante do Palmeiras, que tomou apenas um gol até agora. A partida deste domingo (06), às 16 horas, na Arena da Baixada, é válida pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro.

 

Paraná Clube vive seu pior início de Brasileirão na história

Com três derrotas nos três primeiros jogos, o Paraná Clube vive agora o seu pior início de Campeonato Brasileiro na história. Na 15ª participação na Série A, o Tricolor só tinha ficado sem vencer nas três primeiras rodadas em 1994 (duas derrotas e um empate) e em 2005 (dois empates e uma derrota) - os piores começos até então.

De volta ao Brasileirão em 2018 após dez anos disputando a Série B, o time paranista perdeu para o São Paulo (1 a 0, no Morumbi), para o Corinthians (4 a 0, na Vila Capanema) e, por último, para o Sport (2 a 1, novamente em casa). O Tricolor é o lanterna da competição e o único a não pontuar.

 

Com três suspensos, Londrina aproveita tempo livre para testar mudanças

O técnico Marquinhos Santos quer aproveitar o tempo livre para montar o Londrina antes de encarar o Atlético-GO, no dia 11, pela quinta rodada da Série B do Brasileiro.

Para a partida, o treinador terá que fazer pelo menos três mudanças na equipe, já que o volante Moisés, o meia Patrick Vieira e o atacante Marcelinho estão suspensos pelo terceiro amarelo. Além disso, o atacante Safira, com um trauma na coxa, está em recuperação no departamento médico e é dúvida.

“Vamos preparar bem. Temos alguns atletas que perdemos por causa dos cartões. Vamos avaliar o Safira para ver se conseguimos recuperá-lo para o jogo em Goiânia. Estudar bem as peças que possam entrar”, comentou Marquinhos Santos.