Eleições 2016

Dono de votações crescentes, Jorginho quer reuniões com comunidade e sessões noturnas

[caption id="attachment_15124" align="aligncenter" width="700"]Jorginho fez 569 votos, segunda maior votação em Wenceslau nesta eleição Jorginho fez 569 votos, segunda maior votação em Wenceslau nesta eleição[/caption] Quatro eleições seguidas, quatro vitórias e sempre com o número de votos aumentando a cada pleito. Esta é a situação do vereador Jorginho Sabater (PV), segundo mais votado nas eleições deste ano (569 votos) em Wenceslau Braz para a composição do Poder Legislativo local. “Eu só tenho a agradecer a cada uma das pessoas que votaram em mim e que me ajudaram, porque muitos políticos têm dificuldade para manter as mesmas votações, e poucos conseguem aumentar a cada eleição, como a gente tem feito. Isso é motivo de alegria e de orgulho. Tive votos em todas as urnas, então nosso trabalho alcance todas as regiões do município”, relata o vereador. Para Jorginho as votações crescentes são fruto de um trabalho sério e eficiente. “Todo mundo sabe que ser vereador de oposição, como eu fui nos últimos oito anos, é muito difícil, mas eu acredito que consigo aumentar os votos porque trabalho muito pelo povo, e com muita dedicação. Na primeira vez tive pouco mais de 200 votos, e agora pude ganhar mais 133 votos do que fiz na eleição de 2012”. E para embasar essas falas, o vereador revela que daqui alguns dias irá para Brasília junto com os vereadores Robson Vilela de Moura, o Robson da Saúde (PV), e Luiz Carlos Vidal, o Polaco (PSB), para pleitear uma emenda parlamentar já prometida pela deputada Leandre (PV) ao hospital do município. “Independente do resultado das eleições nós estamos correndo atrás. Todos os vereadores têm trabalhado para resolver o problema do hospital e nós vamos de novo para Brasília para buscar uma emenda da deputada Leandre. Ainda não sabemos qual o valor que será empenhado, mas nossa briga pelo hospital vai continuar até que o novo centro cirúrgico seja construído”, garante.   PLANOS E apesar do largo tempo de trabalho na câmara, Jorginho ainda tem novas ideias para este quarto mandato consecutivo. “Vamos tentar colocar algumas ideias em prática. Queremos aproximar mais a população da câmara, por isso é muito importante que as sessões passem a ser noturnas. Nesse sentido outra ideia seria a possibilidade da rádio transmitir as sessões. Da minha parte eu também vou me reunir frequentemente com representantes dos bairros para ouvir a demanda deles e buscar resolver os problemas junto com os demais vereadores e a prefeitura”. Apesar de não fazer parte do grupo político do prefeito eleito, Paulo Leonar (PDT), o vereador afirma que fará um trabalho independente e isento.  “Acredito que o prefeito eleito vai ter mais diálogo com os vereadores do que existe hoje, seja de situação ou seja de oposição, e isso vai ser melhor para todo mundo, principalmente para a população. Vou trabalhar de forma independente, e mesmo que seja oposição, vamos ser uma oposição consciente, sempre buscando o bem da população e até ajudando o prefeito no que estiver ao nosso alcance”, finaliza. LUCAS ALEIXO Wenceslau Braz