Política Regional

Estado mira Jaguariaíva como novo polo econômico e industrial da região

Jaguariaíva tem se tornado um polo regional do desenvolvimento nos últimos anos e isso, se deve boa parte, ao fator geração de emprego e renda, proporcionados por uma das secretarias mais atuantes do município. Liderada por Pedro Leocádio Delgado, a Secretaria de Indústria, Comércio e Turismo vem criado desde 2010, um ambiente que favorece o crescimento e o desenvolvimento municipal e regional, resultando em um PIB (Produto Interno Bruto) de R$ 36 mil per capita. Ele conta que esse setor não existia antes da gestão do ex-prefeito Renato Otélio Baroni. “Eu fui o segundo secretário a assumir esse setor, pois ele foi criado a partir do início da gestão do Baroni, em 2009. No início não tínhamos uma parceria concreta com o Governo do Estado, não tínhamos apoio para nada, contudo a partir de 2013, passamos a ter uma abertura política com o Governo, o que viabilizou mais vitórias para nós”, relembra. Uma das primeiras conquistas para Jaguariaíva, foi a implantação do sistema Fiep - Sesi/Senai/IEL, logo após a instalação de instituições financeiras como o Sicredi, o que impulsionou principalmente a indústria moveleira. “Atualmente, temos mais um posto avançado prestes a se tornar uma unidade bancária aqui, que é o Bradesco”, completa Delgado. Atualmente são aproximadamente 500 prestadoras de serviço, além de cinco indústrias de grande porte como a Klabin, que facilitam o comércio e a prospecção econômica. Outro segmento que cresce são os empregos na construção de estradas, através da Rodonorte, outra parceira do município. “Quanto mais emprego, mais as pessoas investem no mercado local que, por sua vez, cresce e atrai investidores”, pontua. Segundo um levantamento do Detran, em Jaguariaíva existem 16,4 mil carros, praticamente um veículo para cada duas pessoas, número que indica qualidade de vida e crescimento individual. PROMOVENDO O DESENVOLVIMENTO Quando a administração visa crescimento, não se deve focar em apenas um setor, pelo contrário, Infraestrutura, Segurança e Educação são indissociáveis à um bom desenvolvimento. Delgado explica que, desde seu ingresso na secretaria, não abriu mão de buscar melhorias para o acesso público, por exemplo, que segundo ele, atrai “bons ventos”. “Pavimentação de ruas, revitalização de calçadas, aquisição de viaturas para as corporações da Polícia e Corpo de Bombeiros, fazem sim parte de Indústria e Comércio”, reforça. Outra conquista da secretaria foi a criação de um estacionamento de grande porte para dar maior comodidade a quem está visitando o comércio municipal. No setor educacional, Jaguariaíva é pioneira em educação empreendedora, oferecendo aos jovens cursos profissionalizantes, como de automação e eletricista, que os inserem rapidamente no mercado de trabalho. “Tenho um grande ideal em Jaguariaíva, que é a criação do polo de técnicos, porque o técnico de hoje é o empresário de amanhã. Nosso departamento de ensino viabiliza a colocação do jovem aprendiz no emprego. Atualmente são cerca de 90 alunos, sendo que a maioria deles já estão atuando”, pontua Delgado. Para que esse departamento de ensino tenha sucesso, acontece uma capacitação de professores que trabalham o lado empreendedor do aluno, desde as séries iniciais. EMPREGOS À VISTA As negociações para atrair empresários para o município não param e, durante a entrevista à Folha Extra, o secretário de Indústria e Comércio anunciou mais duas grandes empresas que se instalarão em Jaguariaíva. A cervejaria artesanal é um dos grandes empreendimentos que já tem mais de 70% de viabilidade de instalação no município. Esta está prevista para se fixar em um dos pontos do antigo complexo Matarazzo e promoverá a criação de centenas de empregos. Há negociações avançadas também sobre a abertura de um ponto da Unimed no município. “Com uma contrapartida do Executivo, essa novidade deve atrair ainda mais a região para Jaguariaíva, através de pacientes que virão até aqui para se consultar. A expectativa é de que sejam cerca de 15 mil pessoas por mês, isso motiva o setor de hotelaria, de alimentos e comércio em geral”, comenta. GMH Outro grandioso empreendimento que criou uma expectativa em toda região, é a instalação da GMH (General Mediterranean Holding) no município. O prefeito Juca Sloboda (DEM) envolveu, além do governador Beto Richa (PSDB); o presidente da Assembleia Legislativa, Ademar Traiano; os deputados Plauto Miró e Pedro Lupion, ambos do Democratas; Alexandre Curi (PSB); todo secretariado e Câmara de Vereadores, para dar força na instalação da empresa. Mais de 3 mil pessoas serão empregadas, direta e indiretamente. Segundo Delgado, ainda restam cerca de 18 meses para concluir a parte burocrática do projeto que envolve a desapropriação de cerca de 100 alqueires de terra para a construção do complexo avícola. Vale lembrar que há um investimento de cerca de R$ 1,4 bilhão. “A GMH não representa somente um montante nunca investido antes na região, mas a geração de empregos para milhares de pessoas. Eu, mais do que ninguém, quero ver esse projeto concretizado o mais rápido possível”, afirma o secretário. DISTRITO COMERCIAL Mais importante que todos os itens já citados é a disponibilização de um local apropriado para a instalação das empresas. No distrito comercial do município, são 190 lotes para facilitar a iniciativa empreendedora. Segundo Delgado, 60 deles já estão vendidos. Estes não são direcionados à grandes indústrias, mas a prestadoras de serviço como terceiros (empresa/comunidade), que pode ser estendida para consultorias e assessorias. Caracterizada por um processo de produção e uso simultâneo que pode não consistir necessariamente na posse de um bem. O secretariado de Jaguariaíva tem dado uma lição de como um trabalho bem feito dá resultado, contando com a colaboração multissetorial, o objetivo é alcançado e a população é beneficiada.