Colunas

Ferroviário x Corinthians na Copa do Brasil pode ser em Londrina; Santos também cogita jogar na cidade

(Foto: Felipe Zito )

A administração do Estádio do Café, em Londrina, recebeu consultas para a realização do jogo entre Ferroviário-CE e Corinthians pela primeira fase da Copa do Brasil, no dia 7 de fevereiro. O clube cearense confirma ter vendido o mando de campo para uma empresa que planeja levar a partida para o norte do Paraná, onde, em tese, a renda seria maior.

A CBF informou via assessoria de imprensa que não recebeu nenhum pedido de mudança de jogo até agora. O Corinthians também afirma não ter sido informado sobre o assunto.

O jogo não traria problema para o Londrina, time da casa, pois a equipe estreia na Copa do Brasil no dia 7 de fevereiro contra o Americano, mas no Rio de Janeiro.

O Santos também planeja jogar em Londrina. Daniel Gonzalez, gerente de embaixadas do clube, diz que consultou a administração do estádio sobre a possibilidade de mandar um jogo pela terceira rodada da Copa do Brasil, quando o Santos teria mando de campo, ou para a 11ª rodada do Paulista, na partida contra o Novorizontino, prevista para o dia 17 de março. A princípio, a data está está reservada para que o Londrina receba o Foz, pelo Paranaense.

"Fizemos a consulta sobre os dois jogos, no Paulista, temos que ver se a Federação (Paulista de Futebol) autoriza jogos fora do estado, ou da Copa do Brasil, na terceira rodada, quando o Santos terá mando de campo. A intenção é que um jogo seja lá e outro em Presidente Prudente",disse Gonzalez.

O presidente da Fundação do Esporte de Londrina (FEL), Fernando Madureira, que administra o Estádio do Café, disse que as consultas foram feitas, mas ainda há necessidade de avaliar o calendário para identificar se há possibilidade de que os jogos sejam realizados. O Estádio do Café é alugado pelo valor de R$ 25 mil por partida.

O Estádio do Café recebeu recentemente a partida entra Paraná x Palmeiras, pelo Brasileirão de 2018. O jogo foi vendido pelo Paraná Clube e teve um público de mais de 25 mil pessoas, em sua quase totalidade de torcedores do Palmeiras.

 

*G1 Paraná Esportes com colaboração de Roberto Leite, do GloboEsporte.com/CE e Leonardo Lourenço, do GloboEsporte.com/SP.