Norte Pioneiro

Flávio Zan busca novas tecnologias para o Consórcio Intermunicipal de Aterro Sanitário

Atual presidente do CIAS tem realizado viagens em busca de experiências que possam contribuir para evolução no tratamento de resíduos
(Foto: Divulgação)

O prefeito de Tomazina e atual presidente do Consórcio Intermunicipal de Aterro Sanitário (CIAS), Flávio Zanrosso, tem buscado por informação, troca de experiências e novas tecnologias para melhorar o tratamento dos resíduos sólidos produzidos pelos municípios de Jaboti, Japira, Ibaiti, Pinhalão, Siqueira Campos e Tomazina.

Na semana passada, Flávio Zan esteve visitando o município de Jundiaí onde conferiu as técnicas e ferramentas utilizadas para tratar cerca de 450 toneladas de lixo produzidas diariamente. Na ocasião, ele visitou uma usina que utiliza equipamentos modernos que, além de separarem os tipos de resíduos, também os transformam em blocos e pedras.

“Essas visitas são muito importantes para que a gente possa ver de perto o que outros municípios estão fazendo para lidar com essa questão do tratamento do lixo. Fui muito bem recebido em Jundiaí e também estive em Itu, onde pude conhecer programas ambientais como o Adote uma Nascente, o Ecopontos e o Descarte Consciente de Entulhos. São ações importantes não só para o tratamento adequado do lixo, mas para a preservação do meio ambiente”, destacou o presidente do CIAS.

A procura por soluções que venham a contribuir com o tratamento dos resíduos sólidos no CIAS conta até mesmo com a busca por tecnologias estrangeiras. No fim de abril Flavio Zan foi a Curitiba onde esteve reunido com o Senador Italiano e presidente da seção bilateral de amizade Itália – Brasil, Scilioti Isgró, onde conheceu um pouco dos projetos utilizados no país europeu para tratar o lixo.

“Tratar das questões do tratamento e destinação do lixo é algo muito importante, pois, muito em breve, não será mais legalmente permitido descartar os resíduos sólidos de qualquer maneira nos aterros sanitários. Por isso, estamos nos antecipando para que o CIAS esteja sempre seguindo as normas”, explicou.

O presidente do consórcio ainda falou sobre a importância da preservação do meio ambiente. “Não é apenas uma questão do prefeito, da prefeitura ou de um consórcio, cuidar do meio ambiente é algo que deve fazer parte do nosso dia a dia como cidadãos, pois depende deste cuidado o futuro das próximas gerações. Logo, tanto como prefeito em favor dos tomasinenses como presidente do CIAS em favor dos municípios associados, vou continuar trabalhando para que nossa gestão de resíduos seja cada vez mais moderna e eficiente”, declarou.