Colunas

Gleisi Hoffmann vai se contentar em disputar vaga na Assembleia do Paraná

A situação da senadora Gleisi Hoffmann (PT) está complicada. Nos bastidores políticos, os comentários são que ela não irá disputar uma das cadeiras para a Câmara Federal. Gleisi deve mesmo se contentar uma das vagas à Assembleia Legislativa do Paraná. A bancada petista na Casa Legislativa não quer que a concorrência cresça ainda mais, já que até o deputado federal Ênio Verri (PT) também não quer perder o foro privilegiado e vai desistir de Brasília.

 

 

PDT nacional cobra decisão de Osmar Dias sobre partido

 

O presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, deve desembarcar em Curitiba, nesta sexta-feira (12), para um encontro com o presidente estadual do partido e pré-candidato ao governo, ex-senador Osmar Dias (PDT). Em pauta, as articulações para as eleições de outubro. Lupi quer saber se Osmar pretende permanecer na legenda ou mudar de sigla para disputar o Palácio Iguaçu pela terceira vez.

O ex-senador tem dito que prefere permanecer no PDT, mas não descarta mudar de legenda. Ele tem convites do Podemos – partido pelo qual seu irmão, o senador Álvaro Dias – pretende disputar a eleição para a Presidência da República. E também do PSB – partido da base do governador Beto Richa (PSDB) – entre outras siglas. Osmar tem insistido que só tomará uma decisão próximo do prazo final para mudança ou filiação partidária, no início de abril. Mas a cúpula nacional do PDT pressiona por uma decisão antes.

 

 

Richa garante cota extra de ICMS para prefeituras

 

O governador Beto Richa (PSDB) anunciou nesta quinta-feira (10) o repasse de uma cota extra do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias (ICMS) para as 399 prefeituras do Estado.

O governador destacou que este é mais um reflexo de que o Paraná venceu a crise . “O Paraná venceu a crise. A exemplo do que aconteceu no ano passado, os municípios terão mais um reforço financeiro para novos investimentos em saúde, educação e obras urbanas”, disse o governador.

Os recursos repassados são referentes ao valor do imposto cujo pagamento foi postergado por empresas que investiram no Estado nos últimos anos.

 

 

Aposentados e pensionistas que ganham mais que um salário mínimo devem ter reajuste

 

Os aposentados e os pensionistas que recebem mais de um salário mínimo terão reajuste de 2,07%, informou na quarta-feira (10) à noite o Ministério da Fazenda. De acordo com a pasta, a portaria com o aumento foi publicada na quinta-feira (11) no Diário Oficial da União.

O reajuste equivale à variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) em 2017, anunciado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O índice, que mede a variação de preços para famílias que ganham de um a cinco salários mínimos, registrou variação menor que o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que fechou o ano passado em 2,95%.

Veja Também