esportes

Globo descarta pagar mais aos ‘rebeldes’ Palmeiras, Atlético e Bahia por Brasileirão

Os três clubes são os únicos da Série A que ainda não fecharam acordo com a emissora
Os três times foram os únicos da série A que não fecharam com a emissora, mas acertaram com a Esporte Interativo para os canais fechados (Foto: Reproduçã/Gazeta do Povo)

Diretor de direitos esportivos do Grupo Globo, Fernando Manuel Pinto espera convencer PalmeirasAtlético-PR e Bahia —que acertaram com o Esporte Interativo em TV fechada— a aceitarem as ofertas de transmissão em TV aberta e pay-per-view para as edições do Brasileirão de 2019 a 2024.

“O modelo [de pay-per-view] é justo. Os clubes são remunerados”, disse Fernando Manuel Pinto à reportagem. Os times ficam com 38% do arrecadado com a venda de pacotes a assinantes. Os outros 62% são da emissora e de operadoras.

A aplicação de reduções no valor pago aos clubes que fecharam com o Esporte Interativo foi um dos motivos para travar a negociação com o trio que ainda não fechou com a Globo. A emissora prevê diminuir em 20% (para TV aberta) e 5,2% (em PPV, por jogo) os novos contratos para quem assinou com a rival.