Norte Pioneiro

Homem da região mata a mulher, “sequestra o corpo” e ameaça se suicidar

(Foto: Divulgação)

Um crime chocou os moradores do edifício Ilha de Paqueta em Balneário Camboriú, Santa Catarina. Um advogado identificado como Paulo C. S. e ex-morador de Jacarezinho matou a namorada a facadas. O caso veio à tona nesta terça-feira (2).

Segundo informações apuradas junto a Polícia Civil catarinense, vizinhos notaram a ausência da advogada Lucimara Stasiak, 29 anos, nos últimos dias. Outro fator que chamou a atenção foi que o suspeito foi flagrado levando vários sacos de gelo para o interior do apartamento. Diante da suspeita, a polícia foi acionada.

No local, os policiais confirmaram o pior. Paulo, transtornado, ao notar a presença dos policiais passou a ameaçar a se jogar pela janela. Ele teria confirmado que a namorada foi morta a facadas e o corpo estava em cima da cama. Frente a situação, foram iniciadas as negociações para que o suspeito se entregasse, mas, da sacada do apartamento, ele ameaçava se jogar a todo tempo.

Equipes da Polícia Miliar e Civil, SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência e Emergência), além do Corpo de Bombeiros permanecem no local. A área em torno ao prédio foi isolada e a equipe do BOPE assumiu as negociações na tentativa de que Paulo se entregue e libere o corpo da vítima.

Os investigadores suspeitam que Lucimara tenha sido morta entre a quinta-feira (28) e a sexta (29), pois desde este período não há mais movimentações e atividades nas redes sociais da vítima.

Paulo também é advogado, tem 42 anos, já foi casado e tem um filho. Ele era morador de Jacarezinho e filho de um ex-empresário do ramo de mercados.

As negociações seguem em andamento e o caso pode ser atulizado a qualquer momento. 



Informações: G1.com