Geral

IAP monitora situação no rio Ubá e poluição não está descartada

Óleo diesel atingiu as águas após uma carreta tombar e derramar o combustível na pista próximo a uma ponte
(Foto: Divulgação)

Um acidente registrado durante a madrugada do sábado (9) ainda continua causando transtornos para moradores da região. Isso porque, uma carga de aproximadamente 45 mil litros de óleo diesel vazou do tanque de um caminhão e acabou contaminando o Rio Ubá. Situação é monitorada pelo IAP (Instituto Ambiental do Paraná) Jacarezinho que emitiu um alerta na noite da segunda-feira (11).

O acidente aconteceu na BR-153 próximo ao Ribeirão Ubá no município de Santo Antônio da Platina. Após tombar na pista, uma carga de 45 mil litros de óleo diesel acabou vazando do veículo e escorreu contaminando o solo até chegar nas águas do ribeirão. Infelizmente, o condutor da carreta morreu no local.

Quatro dias após o acidente, a equipe do IAP continua monitorando a área contaminada pelo combustível. De acordo com os técnicos o instituto, o óleo que ficou acumulado no solo continua correndo e entrando em contato com as águas do Ribeirão Ubá que, por sua vez, desagua no Rio Jacaré e Rio das Cinzas, áreas de mananciais de abastecimentos de municípios da região.

Para tentar conter o avanço do óleo pelo rio, técnicos do IAP já instalaram três barreiras de contenção nas águas, sendo que a instalação de uma quarta barreira está sendo programada. Também foi realizada a coleta de amostras de água que serão submetidas a análise para verificar a condição e nível de contaminação das águas. O processo deve se estender durante toda a semana para monitorar a situação do rio e do leito.

Um relatório de impacto oficial ainda não foi divulgado, porém, os técnicos do IAP não constataram danos visíveis na área atingida pelo derramamento como no caso de morte de peixes ou animais. Apesar disso, o IAP alerta a população ribeirinha que esteja atenta a qualquer anormalidade constatada na água, como mudança na cor, manchas de óleo ou odor forte, pois o contato com a água contaminada pode causar intoxicação a seres humanos e animais.

Para os moradores de Santo Antônio da Platina, local mais próximo do derramamento, a orientação é de não utilizar água do Rio Ubá. Caso algum morador da região por onde o rio atingido passe note alguma situação estranha nas águas, cheiro forte de combustível e morte de peixes ou animais, devem entrar em contato com a sede do IAP em Jacarezinho através do telefone (43) 3527-1516.