Radar

Jovem brazense morre ao cair de uma altura de 12 metros enquanto trabalhava

Rapaz estava prestando serviços de calheiro em uma empresa em Joaquim Távora
(Foto: Arquivo pessoal)

Atualizado 20:25

Uma tragédia, no final da tarde de hoje, abalou familiares e amigos do jovem Juliano Munhoz, de apenas 21 anos, vítima de um acidente de trabalho que acabou tirando sua vida.

O rapaz prestava serviço em uma empresa da calhas de Wenceslau Braz, na unidade da Cooperativa Capal, em Joaquim Távora, quando acabou pisando em uma telha que cedeu. Com isso, Juliano despencou de uma altura de aproximadamente 12 metros. A equipe de socorristas do hospital municipal Dr. Lincoln Graça foi até o local para socorrer a vítima, mas infelizmente Juliano já estava em óbito.

De acordo com testemunhas que também estavam no local, já era fim de expediente e por isso o rapaz não usava mais os EPI's (equipamentos de segurança). As informações ainda apontam que Juliano estava descendo da cobertura do prédio quando ocorreu o acidente.

O corpo do jovem foi recolhido pela equipe do IML (Instituto Médico Legal) de Jacarezinho e deve ser liberado à família após passar por exames de necropsia. A Polícia Civil abrirá inquérito para investigar as circunstâncias do acidente.

Juliano era casado e deixa a esposa e uma bebê de três meses.

 

Unidade da cooperativa, às margens da PR 092, em Joaquim Távora