Política Estadual

Líderes do Governo e da Oposição falam das suas expectativas para 2018

Governista Luiz Claudio Romanelli e Anibelli Neto, afinam os discursos em um ano que será marcado por eleições majoritárias e proporcionais
Situação e oposição unidos na mesma foto

Os líderes das bancadas do Governo e da Oposição na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) falaram durante a sessão plenária da segunda-feira (19) sobre as expectativas com os trabalhos para o ano de 2018. O governista Luiz Claudio Romanelli (PSB) e Anibelli Neto (MDB), que assumiu o comando da Oposição no último dia 6, afinam os discursos em um ano que será marcado por eleições majoritárias e proporcionais.

Para Romanelli, o calendário eleitoral pode implicar em um aumento no tom do debate político, com reflexos nas votações dos projetos no Plenário. “É natural que os deputados que integram a base de apoio ao Governo defendam programas de ajuste fiscal e de desenvolvimento da economia da sociedade paranaense”, explicou.

Ele afirma esperar pela continuidade do embate entre as duas bancadas, o que classifica como positivo e salutar à democracia. “O que interessa ao final é o resultado daquilo que o governo está fazendo, as políticas que está implementando. A crítica da oposição é muito importante para corrigir rumos, ajudando a governar, mesmo que através do contraditório”, disse o líder governista.

Já para Anibelli Neto, o embate crítico promovido pela oposição durante os dois mandatos do governador Beto Richa (PSDB) será mantido no ano eleitoral. “A oposição é aquela que faz. Nós rodamos o Paraná e precisamos trazer a indignação da população frente a este governo. Nós defendemos uma administração pública séria, que não minta, que prometa e cumpra”, afirmou.

“Há sete anos sou oposição. Não radical, mas construtiva. Não tenho nenhuma dificuldade em votar favorável a projetos do governo se achar que são importantes à população, mas no que acharmos que é errado, vai haver o enfrentamento e argumentações embasados em dados técnicos, com números”, afirmou o líder da Oposição.

 

        BOM DIÁLOGO       

 

Romanelli e Anibelli já foram correligionários pelo PMDB. Apesar das atuais posições contrárias, prometem manter o bom diálogo e alto nível nos debates no Plenário. Para Romanelli, a liderança da Oposição está bem representada. “Anibelli é uma pessoa muito experimentada, conhece bem a política e a faz com determinação e zelo. Tenho certeza que será um ótimo líder”, afirmou.

Anibelli Neto, na mesma linha, criticou a extrema polarização no clima político no país, defendendo o debate como forma de defesa de posições divergentes. “Todos os deputados que estão nesta Casa querem um Paraná mais forte, que dê uma condição de vida melhor para sua população. Cada um tem a sua ideologia e convicção e aqui temos que ter o bom diálogo, com respeito e honradez”, explicou.