Geral

Michele Caputo garante estadualização do Hospital Regional do Norte Pioneiro

O secretário da Saúde, Michele Caputo Neto, reunido com prefeitos representantes do Cisnorpi (Consórcio Público Intermunicipal de Saúde do Norte Pioneiro) nesta terça-feira (30) e confirmou a estadualização do Hospital Regional do Norte Pioneiro, em Santo Antônio da Platina. A ação foi requerida pelo deputado estadual e líder do Governo na Assembleia, Luiz Claudio Romanelli (PSB). O hospital é administrado atualmente pelo Cisnorpi  que utiliza o repasse das prefeituras de 22 municípios do Norte Pioneiro para custear uma parte dos serviços prestados pelo centro de saúde, sendo que 90% dos custos já são pagos pelo Estado. Com a transição, o Funeas (Fundação Estatal de Atenção em Saúde do Estado do Paraná), entidade especializada na direção de hospitais, passa a ter a direção total da casa de saúde. Apesar da situação, aparentemente ter se resolvido, essa não é a primeira vez que surge a possibilidade de estadualização. Em 2012, durante um pronunciamento no município de Joaquim Távora, o governador Beto Richa sinalizou que a instalação e o credenciamento de dez leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) na casa de saúde dariam início ao processo de estadualização, contudo, apenas cinco anos depois, a situação parece ter uma resolução. A estatal tem um prazo de 270 dias para se inteirar de todos os detalhes, formar comitês para discutir a situação de funcionários, de convênios e serviços já prestados. Para Romanelli, o secretário de Saúde demonstrou sensibilidade e boa vontade para solucionar uma reivindicação antiga dos prefeitos da região. “Essa demanda dos prefeitos já vem de muito tempo, justamente porque o Hospital Regional do Norte Pioneiro depende de recursos do Cisnorpi e de todos os municípios que integram a 19ª Regional de Saúde. É um hospital de referência na região, que atende uma população de 290 mil habitantes. Com a estadualização, não haverá mais necessidade dos municípios repassarem verbas que hoje já são escassas e que poderão ser redirecionadas a outras ações necessárias nos municípios”, disse.
A estadualização do Hospital Regional vai permitir que os municípios respirem financeiramente melhor e ainda terão condições de ofertar um atendimento melhor à saúde da população, respaldados pelo governo estadual.
O deputado Pedro Lupion (DEM), coautor do requerimento, lembra que a saúde é o setor que mais demanda dos municípios. “A estadualização do Hospital Regional vai permitir que os municípios respirem financeiramente melhor e ainda terão condições de ofertar um atendimento melhor à saúde da população, respaldados pelo governo estadual.” O deputado também lembrou que em toda a região, existiam apenas 10 leitos de UTI, na Santa Casa de Jacarezinho. “Graças às ações do governador Beto Richa, hoje temos a UTI neonatal, está em conclusão a UTI para adultos e o hospital também é referência em cirurgias ortopédicas e atendimento a traumas. Essa é uma conquista comemorada por toda a população do Norte Pioneiro”, disse. Segundo o prefeito de Salto do Itararé, Paulo Sérgio Fragoso da Silva (PRP), a estadualização do Hospital Regional do Norte Pioneiro trará benefícios a todos. “Hoje foi um dia de muita alegria para os prefeitos da nossa região, os municípios não terão mais que arcar com uma despesa alta. Quero agradecer nosso governador Beto Richa e nossos deputados Romanelli e Pedro Lupion que nos proporcionaram essa grande conquista”, disse. Para a prefeita de Quatiguá, Adelita do Efraim (PTB), a estadualização do hospital será vital para a região. “É uma grande vitória que nós conseguimos, não só ao meu município, mas também para toda a região do Norte Pioneiro, levando em consideração que este era o único hospital que era mantido por convênio dos prefeitos”, comentou a prefeita.