Radar

Morre segunda vítima de bala perdida em tentativa de assalto na BR-376

Notícia chegou a ser divulgada durante a manhã desta quinta-feira, mas médicos informaram que Miguel ainda estava vivo. Confirmação da morte cerebral foi feita no final do dia
Miguel Calixto, 53 anos, era vereador, agricultor, atleta, casado e pai de dois filhos (Imagem: Reprodução)

A morte cerebral do vereador do município de Barra do Jacaré, Miguel Calixto (PSD), foi confirmada no final da tarde desta quinta-feira (8). O parlamentar foi vítima de uma bala perdida em um confronto entre assaltantes e seguranças de carros-fortes durante uma tentativa de assalto que aconteceu na terça-feira (6) na BR-376 a cerca de 2 km da praça de pedágio de São Luiz do Purunã, nos Campos Gerais.  

Miguel seguia rumo a Curitiba para tratar de assuntos políticos juntamente com os vereadores Elton Alexandre Aguiar Matta (PV) e Edival do Nascimento (PR). Elton morreu no local ao ser atingido por um tiro, enquanto Miguel, atingido na cabeça e no queixo, chegou a ficar internado na UTI do Hospital Bom Jesus em Ponta Grossa. Edival saiu ileso da situação.

Durante a manhã desta quinta-feira, espalharam-se notícias que davam conta de que Miguel havia tido morte cerebral já na quarta-feira (7), mas a direção do hospital negou as informações e afirmou que, mesmo que com uma probabilidade muito pequena, o vereador ainda tinha chances de se salvar.

Já no fim da tarde da quinta-feira, a equipe médica acabou divulgando oficialmente que Calixto havia tido morte cerebral. A família do parlamentar autorizou a doação de órgãos. Miguel será velado em Barra do Jacaré, Norte Pioneiro.

Calixto morre aos seus 53 anos de idade. Além de vereador, ele também era agricultor, casado e, além da esposa, deixa também dois filhos.