Beto Richa

O apoio da classe política a Beto Richa

Ainda que as pesquisas de opinião dêem ampla vantagem ao governador Beto Richa no Norte Pioneiro, só se saberá de fato quem a população da região confia após a abertura das urnas em abril. No entanto, a classe política do Norte Pioneiro mostra um apoio em massa e inédito a Beto Richa. Nunca se viu tantos prefeitos unidos em prol da candidatura de um mesmo nome. E não são apenas prefeitos. Vereadores e todo meio político, em geral, apóia a reeleição do governador. Méritos, claro, do próprio Beto Richa. E com todo respeito, demérito dos concorrentes. Em primeiro lugar, a participação constante do governador no Norte Pioneiro, com grande atenção dada a região e diversas visitas. Além disso, o principal, investimentos e melhorias significativas promovidas pela gestão de Richa para a região – coisas que não se viu em gestões estaduais anteriores. Vale lembrar ainda que, pessoalmente, o governador tem laços com o Norte Pioneiro. Seu pai, o ex governador José Richa, foi criado em Joaquim Távora, além de estudar em Wenceslau Braz e Jacarezinho. A família da esposa de Beto, Fernanda Richa, também tem fortes ligações com o Norte Pioneiro, tendo origem em Tomazina. Assim, ligações familiares e uma longa história colocam Beto Richa como o mais nortepioneirense dos governadores, depois, claro, de seu próprio pai. Por parte dos outros dois candidatos, por mais que sejam candidatos com muitos méritos, sobram sim algumas merecidas críticas. Roberto Requião, mesmo dono de um “poder de fogo” invejável, não consegue ser unanimidade nem dentro do seu próprio partido, quanto mais no Norte Pioneiro, que não guarda recordações tão boas de suas gestões frente ao governo do Estado. Esquecida na época, a região viu de longe e pela televisão outros cantos do Paraná receberem investimentos, enquanto ficava “abandonada” pelo então governo estadual. Além disso, Requião se elegeu com um discurso de abrir guerra contra os pedágios, e o Norte Pioneiro, que tem o pedágio mais “injusto” do Paraná, sendo concedido sem licitação a uma concessionária, tendo a terceira tarifa mais cara do Estado e não sendo responsável por obras de duplicação, viu a não diminuição das tarifas, pelo contrário, o aumento, e o aumento dos prazos para as execuções de obras de duplicação. Assim, as BRs 153 e 369 continuam sendo pedagiadas com tarifas absurdas, e com um longo prazo para a concessionária responsável deixar de realizar apenas jardinagem nas margens das rodovias e de fato executar grandes melhorias. Por fim, Gleisi Hoffmann representa o governo federal, tão ausente no Norte Pioneiro. Por mais que tenha qualidade de gestão, a candidata petista pode ser “castigada” pela atuação sem força do governo federal neste cantinho do Paraná – e, verdade seja dita, pela antipatia que o Norte Pioneiro demonstra pelo Partido dos Trabalhadores, com o deputado André Vargas sendo uma das raras exceções de membros do PT dono de grande votação nesta região. Assim, independente de qual vai ser o resultado do pleito em outubro, no meio político do Norte Pioneiro Beto Richa já começa a campanha levando grande vantagem sobre seus adversários.