Colunas

Paraná já registrou 14 mortes por afogamento desde o início do verão

(Foto: Reprodução/Internet)

O Paraná registrou na madrugada deste domingo (06 de janeiro) a 14ª morte por afogamento desde o início do verão, no final de dezembro. O episódio mais recente aconteceu em Apucarana, no norte do Paraná, no Lago Jaboti. É a segunda morte no local em nove dias.

A tragédia aconteceu por volta das 5 horas da manhã, quando a vítima se desentendeu com algumas pessoas e resolveu entrar na água. Segundo testemunhas, ele estava alcoolizado.

Já o outro episódio registrado nesse mesmo lago ocorreu em 29 de dezembro.

 

Corpo de Bombeiros do Paraná cria aplicativo para alerta de clima

O Corpo de Bombeiros do Paraná criou uma plataforma inédita para informação e serviços ao cidadão, por celular. O aplicativo é capaz de informar, em tempo real, as condições climáticas, a localização de postos guarda-vidas das praias e a balneabilidade das águas do Litoral. Está disponível para download no Google Play e no App Store, gratuitamente.

Lançada em dezembro de 2018 para os sistemas Android e iOS, a plataforma é resultado de estudo que envolveu integrantes do Corpo de Bombeiros, da Defesa Civil e da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), para ser utilizado a partir da Operação Verão Paraná 2018/2019. O aplicativo é pioneiro no Brasil ao se basear no Protocolo de Alerta Comum (Common Alerting Protocol - CAP), desenvolvido pela Organização Meteorológica Mundial, a qual estabelece parâmetros de alertas sobre as condições de clima que podem ser compreendidos em todo o planeta.

 

Saúde alerta para cuidados com as altas temperaturas

A Secretaria de Estado da Saúde está fazendo um alerta sobre os efeitos adversos das altas temperaturas. A maior preocupação é a conjugação de clima quente e baixos índices de umidade. Assim, a secretaria recomenda que a população tome medidas de proteção para o enfrentamento das temperaturas muito elevadas.

As orientações devem ser reforçadas principalmente para as crianças, idosos, doentes crônicos, grávidas, pessoas com mobilidade reduzida, trabalhadores com atividade em ambientes abertos, praticantes de atividade física e pessoas que vivem isoladas.

 

Mercado mantém expectativa de inflação em 4,01% e dólar a R$ 3,80

Divulgado na segunda-feira (07), em Brasília, o Boletim Focus do Banco Central projeta a inflação anual oficial do país – medida pelo IPCA - em 4,01% e o câmbio em R$ 3,80. Os dois indicadores são os mesmos apontados há uma semana. Já as expectativas de crescimento econômico tiveram ligeira redução: de 2,55% para 2,53.
Na comparação das últimas semanas, as projeções de inflação, dólar e crescimento da economia seguem estáveis. Para o próximo ano, analistas ouvidos pelos Focus continuam prevendo inflação de 4% em 2020 e 3,75% em 2021.