Colunas

Preço da gasolina nas refinarias da Petrobras sobe 1,02%

(Foto: Reprodução/Internet)

Depois de uma semana sem reajustes no preço da gasolina, a Petrobras anunciou hoje (12) aumento de 1,02% no preço do combustível comercializado em suas refinarias.

A partir de amanhã (13), o litro da gasolina passará a custar R$ 2,2294, dois centavos a mais do que os R$ 2,2069 cobrados desde 5 de setembro.

No mês, o litro do combustível já subiu nove centavos, ou seja, 4,3% a mais do que custava no fim de agosto (R$ 2,1375).

 

Ministério divulga resultados preliminares do Censo Escolar da Educação Básica

O Ministério da Educação divulgou nesta terça-feira, 11, os resultados preliminares do Censo Escolar da Educação Básica de 2018. A Portaria e os anexos com os resultados estão publicados na edição do Diário Oficial da União desta terça.

Os resultados referem-se à matrícula inicial na creche, pré-escola, ensino fundamental e ensino médio, no ensino regular e na educação de jovens e adultos presencial fundamental e médio das redes estaduais e municipais, urbanas e rurais em tempo parcial e integral e o total de matrículas nessas redes de ensino. Incluem, ainda as matrículas da Educação Especial

 

Abate de bovinos e de suínos cresce em relação a 2017, diz IBGE

O abate de bovinos e suínos cresceu no segundo trimestre deste ano na comparação com o mesmo período do ano passado. No segundo trimestre deste ano, foram abatidos 7,72 milhões de bois -alta de 4%. Já o número de porcos abatidos chegou a 10,82 milhões de animais -aumento de 1,9%. As informações são da Agência Brasil.

Os dados são das Pesquisas Trimestrais da Pecuária, divulgadas nesta quarta-feira (12) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Outro indicador que teve alta no período foi a produção de ovos de galinha, que cresceu 6,6% em relação ao segundo trimestre do ano passado.

 

Operação identifica mais 121 hectares desmatados no Estado

O Batalhão de Polícia Ambiental Força-Verde, com apoio aéreo do Batalhão de Polícia Militar de Operações Aéreas (BPMOA), e o Instituto Ambiental do Paraná (IAP), identificaram 121 hectares de áreas desmatadas. Também foram atendidas 39 ocorrências, 18 delas referentes a infrações ambientais. Os resultados são da segunda fase da Operação Mata Atlântica, deflagrada nesta semana nos municípios de Guarapuava, Prudentópolis, Pinhão e Inácio Martins para localizar pontos de desmate de mata nativa.

A primeira fase do trabalho começou em abril deste ano em 13 municípios da região Sul do Estado e identificou 240 polígonos de desmatamentos. As abordagens foram feitas com base em imagens de satélites e no Atlas da Mata Atlântica, um levantamento da Ong SOS Mata Atlântica, em parceria com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), além de informações repassadas pelo IAP.