Cidades

Prefeitura alerta população para risco de acidente com descarte irregular de materiais cortantes

(Foto: Divulgação/Assessoria)

Acidentes envolvendo catadores de lixo vem se tornando cada vez mais frequentes em Japira, visto que no decorrer da realização do trabalho, os colaboradores encontram materiais descartados de forma irregular.

Os sacos de lixo deixados pelos moradores na rua muitas vezes são verdadeiras armadilhas para os coletores, por não serem acondicionados de forma correta e possuírem “surpresas” como garrafas, lâmpadas, lâminas, taças quebradas e até seringas, o que acaba causando lesões nos trabalhadores.

Um dos servidores municipais comentou que já encontrou diversos tipos de materiais descartados de forma irregular no lixo. “Já achei seringa, lata aberta, piso quebrado, cacos de vidros, lâminas e mais um monte de coisa que pode machucar a gente”, comentou o colaborador.

 

Riscos

As agulhas e seringas, além de cortantes, podem causar contaminação e oferecer outros riscos, esse tipo de material deve ser identificado.

Outra preocupação são com os espetos de madeira para churrasco, pois se são mal acondicionados acabam rasgando os sacos de lixo e machucando a perna dos coletores, além de materiais de porcelana e ferro.

 

Cuidados

O material cortante deve ser acondicionado em folhas de jornal antes de ser descartado nos sacos de lixo. A população deve usar mais de cinco folhas do material e, posteriormente, passar uma fita, evitando que os objetos fiquem expostos.

Também é importante identificar o material cortante, desta forma, o coletor sabe o que vai recolher, lâmpadas podem ser depositadas em caixinhas de leite.

Tomando todos esses cuidados o cidadão estará colaborando com uma cidade mais limpa e, principalmente, protegendo os colaboradores de acidentes.

A alerta é uma importante realização da prefeitura municipal de Japira, Secretaria Municipal de Saúde, Departamento de Viação e Obras e Secretaria Municipal de Meio Ambiente.