Política

Prefeitura de W. Braz faz nova parceria por intermediação de vagas de trabalho

Agência do Trabalhador do município tem atuado como uma espécie de “Recursos Humanos”, encaminhando currículos e agendando entrevistas
Secretário de Indústria e Comércio de W. Braz, Gilson Santos (centro), em visita à Pro Tork

A prefeitura de Wenceslau Braz e a Pro Tork, empresa localizada no município vizinho de Siqueira Campos, idealizaram uma parceria para a intermediação da Agência do Trabalhador brazense visando o preenchimento das vagas de trabalho que possam surgir na indústria, maior empregadora do Norte Pioneiro.

De imediato a empresa já disponibilizou cinco vagas para trabalhadores que estejam cadastrados na Agência do Trabalhador de Wenceslau Braz.

Vale lembrar que a gestão Paulo Leonar conseguiu uma importante parceria com a Frangos Pioneiro, em Joaquim Távora, que tem empregado 46 trabalhadores de Wenceslau Braz.

 

CRISE ATRAPALHA

 

Arrumar empregos fora da cidade é o ideal? Não, obviamente. Mas em uma época de crise econômica nacional e da maior taxa de desemprego dos últimos anos, essas medidas são um importante “socorro” ao município, que ficou estagnado no quesito geração de emprego e renda nas últimas décadas, não sendo possível agora em poucos meses recuperar todo o tempo perdido.

Como praticamente não há novos investimentos da iniciativa privada no interior atualmente, direcionar a mão de obra ociosa para outros municípios se torna uma forma eficaz de reduzir a taxa de desemprego do município.

“Claro que o cenário ideal é onde o município receba novos investimentos e gere novos postos de emprego, mas isso não está acontecendo em lugar nenhum do Brasil, infelizmente a verdade é esta, então é melhor um pai de família trabalhando em outro lugar do que este pai de família ficar desempregado”, avalia o prefeito de Wenceslau Braz, Paulo Leonar (PDT).

 

ESTRUTURAÇÃO

 

Entretanto, apesar da crise, o município tem feito sua parte para amenizar os efeitos da crise. Um dos pontos principais é a estruturação e regulamentação do parque industrial. “Assumimos um parque industrial precário, sem infraestrutura adequada e o pior, sem uma lei clara de regulamentação da cessão de terrenos. Hoje essa lei está pronta e logo entrará em vigor, dando garantias aos empresários que já estão instalados e segurança para futuros investimentos, porque uma hora a crise vai passar”, revela o prefeito.

Além disso, a prefeitura também tem tido outras ações para fortalecer a economia local. Uma delas é uma lei que beneficia comércios, empresas e prestadores de serviços do município nas licitações públicas.

Outra grande novidade em 2017 foi a implantação do programa Jovem Aprendiz, que dá capacitação técnica e inserção no mercado de trabalho para 35 adolescentes devidamente selecionados por uma prova idealizada e aplicada pelo Sebrae.

Veja Também