arapoti

Presos usam tumulto do dia de visita para fugir em Arapoti

CAVALO-LOUCOAs visitações nas carceragens das delegacias são geralmente um dia de alegria para as famílias dos presos, pois podem revê-los. A delegacia de Arapoti, como todas as outras, tem reservado um dia para visitas, porém nessa quarta-feira (20) houve tumulto e fuga de três detentos. Por volta das 19h10, depois das visitas já estarem fora do local, o investigador que estava de plantão foi fechar as portões da carceragem quando foi vítima da prática conhecida popularmente como “cavalo louco”. O investigador foi empurrado e agredido por quatro presos, sendo que três conseguiram fugir da delegacia. A liberdade de um dos fugitivos durou poucos segundos, já que ele foi abordado por outro policial na esquina da delegacia enquanto tentava se esconder e acabou sendo recapturado. Os outros dois ainda continuam foragidos até o fechamento desta edição. Essa prática tem esse nome porque os presos aproveitam o momento de saída das visitas, que geralmente geram um pouco de tumulto, para avançarem contra a porta e contra o policial que está cuidadando dela. Em alguns casos os detentos chegam a usar de violência e “passam por cima”, literalmente, de quem está ali para evitar fugas. DA REDAÇÃO