Colunas

Produção industrial do Paraná teve o 2º melhor desempenho do País em 2017

A produção industrial do Paraná apresentou um avanço de 4,4% em 2017. O índice foi o segundo melhor do País para o período, atrás apenas dos 10,1% do Pará, e ficou acima da média nacional de 2,5%. Dos 15 locais analisados pela Pesquisa Industrial Mensal de Produção Física (PIM-PF), 12 tiveram expansão no índice acumulado em 2017. Os dados foram divulgados nesta quinta, 8, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Também apresentaram crescimento acima da média nacional as localidades de Santa Catarina (4,5%), Rio de Janeiro (4,2%), Mato Grosso (3,9%), Amazonas (3,7%), Goiás (3,7%) e São Paulo (3,4%). Ceará (2,2%), Espírito Santo (1,7%), Minas Gerais (1,5%) e Rio Grande do Sul (0,1%) também fecharam o ano com resultados positivos.

 

Rede estadual de ensino se prepara para início das aulas

 

As aulas nas escolas estaduais começam no dia 19 desse mês, mas a rede estadual de ensino já está preparada para o início do ano letivo. As escolas passam por obras de reformas, melhorias e limpeza geral para receber mais de 1 milhão de estudantes. Além disso, as unidades escolares começam a receber as primeiras remessas de alimentos para a merenda escolar e recursos do Fundo Rotativo.

Na semana anterior ao início das aulas, nos dias 15 e 16, os professores se reúnem para a primeira reunião da Semana Pedagógica. O segundo encontro dos docentes será nos dias 26 e 27 de julho. O recesso do meio de ano será entre os dias 16 e 25 de julho. As aulas encerram no dia 19 de dezembro.

 

Instituição de Curitiba lança graduação de Detetive Particular

 

O Centro Universitário Internacional Uninter lançou para todo o país o curso de tecnólogo em Investigação Profissional, habilitação para DetetiveParticular, inédito no Brasil, com duração de dois anos, na modalidade a distância. A profissão foi reconhecida pelo Governo Federal em abril de 2017, por meio da Lei 13.432/2017.

Após a regulamentação, o detetive particular pode acompanhar investigações policiais, desde que o acompanhamento seja autorizado pelo contratante e também tenha o aval do delegado de polícia. “Para isso, é necessário um profissional que tenha habilidades para planejar, estruturar, analisar e sintetizar as informações colhidas e sistematizá-las em relatório”, explica Jorge Bernardi, vice-reitor da Uninter e idealizador do curso.

 

Desligamentos de energia reduzem 23% no Paraná

 

A Copel Distribuição fechou o ano de 2017 com seus melhores indicativos de qualidade do fornecimento de energia desde que a atual metodologia de cálculo foi adotada pela agência reguladora do setor, a Aneel. Nos últimos quatro anos, a frequência dos desligamentos diminuiu 23,3% na área de concessão atendida pela Companhia; já a duração das interrupções no fornecimento reduziu 25,2%.