Cidades

Proerd forma 243 estudantes em Wenceslau Braz

(Foto: Assessoria)

Familiares acompanharam na noite da última quinta-feira (04), a formatura de 243 alunos do Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd), em Wenceslau Braz.

Em meio a diversas atrações, os alunos das escolas Anselma Maluf Dabul, Maria Machado de Assis, Araci do Rocio Quadros Mendes, Dom Bosco, Colégio São Tomaz de Aquino, Cecília Meireles, Joaquim Benedito de Oliveira e Governador José Richa se formaram no programa que tem por objetivo capacitar estudantes sobre as necessidades de viver de maneira saudável, sem drogas e violência.

Para o policial militar e instrutor Rodrigo Rodrigues dos Santos, o programa foi uma ótima experiência. “Foi muito gratificante ser instrutor e ter a oportunidade de levar até às crianças as melhores formas de fazerem boas escolhas e se manterem longe das drogas e da violência”, frisa.

“Sem contar que é muito bom sensibilizar as crianças e adolescentes para valores morais e éticos, possibilitando a construção de uma sociedade mais justa, sadia e feliz”, continua.

O programa visa a prevenção da criminalidade e uso de drogas, orientando as crianças, bem como seus pais ou responsáveis, acerca da busca de soluções e medidas eficazes quanto à resistência ao uso de substâncias ilícitas.

Desde sua criação, o Proerd tem se tornado instrumento fundamental para a integração das famílias no processo educacional, no qual o diálogo torna-se proposta prioritária para a melhoria da qualidade de vida das crianças.

O instrutor ainda falou sobre a experiência de formar quase 300 alunos. “A formatura é onde as crianças firmam o compromisso com o Proerd, prometem diante da comunidade e das autoridades presentes a ficar sempre longe das drogas e da violência, a cerimônia foi uma experiência única para mim”, afirma.

 

REDAÇÃO

Ao final das aulas do programa, os alunos escreveram redações falando sobre os ensinamentos recebidos através do programa, sendo as quatro melhores premiadas, além da melhor redação por turma.

A redação premiada em primeiro lugar com uma bicicleta foi a do colégio Joaquim M. Machado de Assis, escrita pela aluna Maiara Gomes Mantovani. A segunda melhor redação foi a da estudante Andrezza Savinia Silva, do Colégio São Tomaz de Aquino. Ela ganhou como prêmio uma poupança no valor de R$ 100, patrocinada pela Caixa Econômica Federal.

O terceiro prêmio, uma poupança, também no valor de R$ 100, patrocinado pelo banco Sicredi, ficou com a aluna Maria Clara Ferreira Martins do Colégio Dom Bosco.