Norte Pioneiro

Sanepar faz alerta para consumo racional de água em municípios da região

(Foto: Divulgação/Reprodução Internet)

A Sanepar tem emitido alertas para que a população colabore fazendo o uso racional da água de acordo com as necessidades básicas como, por exemplo, alimentação e higiene. Isso porque, nas últimas semanas, reservatórios de municípios como Ibaiti e Siqueira Campos, por exemplo, apresentaram uma redução de até 70% em sua capacidade de vazão.

Segundo a empresa, o longo período de estiagem que afeta a região tem feito com que os níveis dos locais de captação de água estejam bem abaixo do normal, fazendo com que os sistemas de abastecimento já comecem a apresentar falta de água.

Na última sexta-feira (18), agentes da Defesa Civil e Departamento Municipal do Meio Ambiente de Siqueira Campos realizaram um trabalho de desobstrução do Ribeirão da Água Fria, que abastece o município. Com isso, foram removidos galhos e pedras que dificultavam o fluxo das águas. Durante os trabalhos, foi encontrada uma represa ilegal no rio que pode ter sido feita por um produtor para abastecer sua propriedade.

No município de Quatiguá, a estiagem prolongada também tem provocado redução no nível de vazão do Ribeirão Lageado que abastece o município. A empresa disse em nota que vem realizando uma série de obras para promover melhorias nos reservatórios, o que pode ocasionar a falta de água em determinados momentos.

Em alguns casos, já há necessidade da utilização de caminhões pipa para que não haja um longo período de desabastecimento no município, como é o caso de Siqueira Campos.

Além do longo período de estiagem, o uso irracional e desperdícios de água por parte da população são um dos fatores que complicam ainda mais a situação dos rios que abastecem os municípios, pois muitos desses locais já sofrem com desmatamento e poluição, situações que contribuem para baixa no nível de água.

A Sanepar ressalta que é imprescindível a colaboração de todos, evitando, por exemplo, lavagem de carros, calçadas e fachadas, até que o abastecimento seja normalizado. Além disso, reutilizar a água que foi usada para lavar roupas pode contribuir para o consumo consciente. Medidas simples como reduzir o tempo do banho e escovar os dentes com a torneira fechada também são válidas, pois representam economia.

Para não ficar sem abastecimento de água, a empresa orienta a população que faça o uso de caixa d’água de no mínimo 500 litros, pois assim uma residência pode ter garantido abastecimento por mais de 24 horas durante os períodos em que há paralização do sistema. A Sanepar ainda pede para que a população entre em contato com a empresa caso identifiquem vazamentos na tubulação de abastecimento. O canal de atendimento funciona 24 horas através do telefone 0800 200 0115.